T-Cross completou um ano de lançamento e já recebeu “upgrade” geral. Foto: Assessoria VW Brasil

No topo. Utilitário esportivo compacto brasileiro chegou onde nenhum havia chegado

A Volkswagen do Brasil já ultrapassou as 100 mil unidades produzidas do T-Cross, seu primeiro SUV fabricado no Brasil. Ele foi lançado em 2019, quando passou por test drive em reportagem do Ibiá Motores. Desde então vem fazendo história no País. Inclusive, em julho deste ano foi o modelo mais vendido da indústria nacional, sendo a primeira vez em que um SUV atinge esta marca.

 “Mantemos a liderança no segmento com o T-Cross no acumulado do ano de 2020”, destaca Pablo Di Si, presidente e CEO da Volkswagen América Latina. Ele recorda ainda que no segundo semestre chegou às lojas o modelo 2021, com ainda mais tecnologia e conectividade. Pablo avalia que este sucesso comprova o acerto de estratégia da VW, ao desenvolver um produto para atender as necessidades do consumidor da América Latina.

Na fábrica, o plant manager Leandro Lemos de Oliveira, ressalta a inovação e os investimentos, na ordem de R$ 1,4 bilhão, feitos na época para produzir o T-Cross em São José dos Pinhais, no Paraná. “As áreas de estamparia, armação, pintura e montagem final receberam inovações para a produção”, recorda. Entre os avanços na linha de produção estão melhorias tecnológicas, mais flexibilidade e eficiência.

Referência em espaço interno, praticidade, desempenho, design e segurança entre os utilitários esportivos compactos, o T-Cross é mais um modelo desenvolvido sobre a Estratégia Modular MQB. A versatilidade deste sistema enquadra o veículo no mais moderno processo de montagem à disposição no Grupo Volkswagen, e permite a adoção de tecnologias presentes em outros modelos da marca. Graças à MQB, por exemplo, o T-Cross recebe agora a central de infotainment VW Play, que acaba de estrear no Nivus.

Deixe seu comentário