Foto: istock

Quem tem animal de estimação costuma ser bem apegado ao seu fiel companheiro. Por isso, muitos tutores se preocupam com cada detalhe para o bem estar dos pets. Principalmente agora, com a chegada das estações mais quentes do ano, parasitas como pulgas e carrapatos são cada vez mais comuns e verdadeiros incômodos. Um dos principais incômodos causados são as coceiras, que são o principal sinal de que parasitas podem estar no corpo do bichinho. Mas não é só isso: eles podem causa doenças bem graves. Vale lembrar que essas pragas se reproduzem muito rápido, portanto, alguns cuidados devem ser tomados para evitar que seu pet passe por esta situação.

Quando você notar que o animal de estimação está se coçando muito, com a pele um pouco mais avermelhada ou ainda com pequenas lesões pelo corpo, algum parasita pode estar presente. Quando isso ocorrer, um especialista deve ser procurado o mais depressa para que a situação não piore e você consiga eliminar as pragas. Evite soluções caseiras. Elas amenizam em curto prazo, mas não tratam o problema de fato. Hoje já existem diversas formas de acabar com pulgas e carrapatos.

Como prevenir?
Existem no mercado alguns produtos anti-pulgas e carrapatos. Um exemplo são as pipetas com remédio. Basicamente, são tubinhos com um líquido que é aplicado na nuca do pet. Esse método pode protegê-lo por mais de um mês, dependendo da qualidade da marca. Para manter o gato ou cachorro sempre protegido, é recomendado que o medicamento seja aplicado a cada 30 dias. Assim, ele poderá passear tranquilamente por praças e parques.

Foto: istock

Como eliminar os parasitas?
Coleiras

Uma das melhores opções para eliminar pulgas e carrapatos é a utilização da coleira antipulgas. Na maior parte dos casos, ela é feita de silicone e contém substâncias que se espalham por todo o organismo animal, através da própria oleosidade da pele. Sua vantagem está na durabilidade, que é maior que a pipeta e pode chegar a até seis meses.

Medicamentos orais

Existem comprimidos que são administrados via oral e, em boa parte dos casos, são utilizados nos casos de infestações maiores. Eles são bastante eficazes no tratamento contra esses insetos e podem prevenir as infestações por meses.

Sprays
Para quem busca algo prático, os sprays são boas opções. A vantagem do produto é justamente sua fácil aplicação, que pode ser feita até com o pelo seco. Ele é aplicado no sentido contrário do crescimento dos pelos e atua diretamente na pele.

Foto: istock

Shampoos
Quando falamos de produtos contra pulgas e carrapatos, devemos entender que possuem substâncias químicas e, que, caso ingeridos pelo animal, podem causar uma série de complicações no organismo. Por isso, se escolher este método, o conselho é que um PetShop fique com a responsabilidade. Lá, profissionais sabem como lidar com os animais e certamente têm os cuidados necessários.

Deixe seu comentário