Foto: shutterstock

A primavera chegou e mesmo que pareça inofensiva, para os animais de estimação não é bem assim. Um exemplo disso é o fato de que as mesmas plantas e flores que tanto enfeitam e perfumam o jardim durante a estação, também podem ser grandes inimigas dos pets por serem tóxicas para eles.

Ainda, devido às temperaturas elevadas e períodos chuvosos da época, o dono deve se atentar às vacinas assim como aos insetos que podem circular pelo quintal. Mas e quanto aos passeios nessa época de clima mais abafado, você sabe quais os cuidados necessários? E como manter o animal hidratado? Foi pensando nesses questionamentos que destacamos algumas dicas para te ajudar a lidar com o seu pet na estação.

Programar passeios

Com o calor chegando, o tutor deve ter cuidado redobrado ao escolher o horário para os passeios. Isso porque o sol costuma ser forte das 10h às 16h. Se a caminhada ocorrer entre esses horários, o animal pode sofrer não só desidratação, mas também queimaduras na pele, principalmente os de pelos mais finos. Além disso, as patinhas podem queimar no chão quente, o que é muito comum na época. De qualquer forma, os exercícios físicos são muito importantes, por isso, não deixe os passeios de lado, apenas opte por um horário de clima mais ameno.

Água sempre à vista
Os cães e gatos fazem sua troca de calor através do focinho e língua e exatamente por isso devem estar sempre hidratados, principalmente na primavera e verão. O clima abafado pode trazer até falta de ar se a água estiver em falta. Sabendo disso, deixe sempre a vasilha à vista para o seu pet, de preferência fresca e na sombra. Uma dica é deixar diversos recipientes espalhados pela casa ou jardim. Assim, ele nem precisará procurar.

Foto: iStock

Mantenha as vacinas em dia
O clima da estação contribui para a proliferação de doenças como a leptospirose, que pode posteriormente ser transmitida aos humanos. A principal forma de prevenção para muitas doenças se faz com a vacinação anual ou semestral. Por isso, fique sempre atento à carteirinha do seu bichinho e o mantenha em local seguro.

Foto: reprodução internet

Atenção aos insetos
Nessa época, insetos são mais presentes até nos quintais. Esses bichinhos podem trazer desconforto ou até problemas sérios se entrarem em contato com os pets. Por isso, é muito importante a higienização de todos os locais onde ficam os animais.

Foto: reprodução internet

Cuidado com a intoxicação
É comum que os peludinhos comam e explorem diversas plantas durante o ano todo e este é um dos motivos para ficar de olho aberto para que seu pet não tenha uma intoxicação. Flores muito comuns em parques e jardins devem ser evitadas. Dentre elas estão a azaléia, dama da noite, lírio, copo de leite e até hortência. Se ingeridas pelos pets, podem causar diarréias, vômitos, falta de ar, arritmia cardíaca e, nos piores casos, convulsões, coma ou até morte. O assunto é sério, né? Todo cuidado é pouco.

Foto: reprodução internet

Deixe seu comentário