Matheus e Natália, eleitos o Garotinho e a Garotinha Negros de 2018 com a diretora da Escola, Rosane de Oliveira Alves. Foto: Arquivo Pessoal

Há alguns dias o Brasil celebra e reflete durante a Semana da Consciência Negra. E dentro deste tema, a Escola Estadual Adelaide Sá Brito, de Montenegro, realizou diversos trabalhos com seus alunos de ensino fundamental. No sábado, dia 24, ocorreu a mostra aberta das criações feitas ao longo do ano. Mas o ponto alto da valorização foi a escolha das garotas e dos garotos negros.

Segundo a vice-diretora, Catia Granado Oliveira , o evento é realizado anualmente para tratar de vários aspectos da Cultura Afro. Esta foi sexta edição, após um período sem realizá-la para retomar no ano passado. A participação é por meio de inscrição, com os concorrentes divididos em duas categorias.
A Garotinha e o Garotinho Negros, escolhidos entre os alunos do 1º ao 5º ano, são Natália Machado Lacerda e Matheus Rosa da Silva; ambos de oito anos. Neste ano não houve participantes para Garota e o Garoto, escolhidos entre estudantes do 6º ao 9º ano. Durante o evento de culminância da Semana da Consciência Negra, a comunidade escolar acompanhou exposições de trabalhos, apresentações e oficinas

“Contamos com a oficina do senegalês Ndiogou Mbuop, que fez relatos sobre a cultura do seu país e a situação como refugiado”, relatou a vice-diretora. A programação foi qualificada ainda com oficinas de Capoeira, Percussão, jogos africanos, contos e vídeos, além da confecção de bonecas.

Deixe seu comentário