Fotos: reprodução internet

Milhões de toneladas de embalagens são encontradas pelas ruas todos os anos por todo o planeta. Posteriormente, todo esse lixo vai parar nos oceanos, prejudicando ainda, os animais que estão em seu habitat natural. Apesar de o estrago ser grande, ele pode ser minimizado com o uso das embalagens sustentáveis.
Essas embalagens são compostas de materiais orgânicos, biodegradáveis ou recicláveis que além de se tornarem uma alternativa ao plástico comum, não demandam muita energia e recursos naturais. Ao serem descartados, os impactos ambientais gerados por estas embalagens são bem reduzidos.

Fotos: reprodução internet

Plástico PLA
O PLA (poliácido láctico) é biodegradável e vem substituindo os plásticos convencionais em diversas aplicações. Uma delas é em embalagens cosméticas, alimentícias, sacolas de mercado, garrafas, vidros, talheres, canetas e dispositivos médicos.
Ele tem sido aprimorado com o tempo e possui características muito vantajosas. Possui maleabilidade e durabilidade comprovada e sua estética se assemelha muito ao plástico comum. Porém, em comparação aos convencionais, que levam de 500 à 1000 anos para decomposição, o PLA dá um show, já que leva, no máximo, dois anos para se destituir. Como é facilmente degradado pela água, se descartado corretamente, se transforma em substâncias inofensivas, já que não é tóxico.

Fotos: reprodução internet

Furoshiki
O nome vem de uma técnica japonesa, onde você precisa nada além de um lenço ou pedaço de tecido para embrulhar o presente. Ainda, após recebimento, o presenteado pode utilizar o lenço como acessório em echarpe, por exemplo.

Alumínio
Essas embalagens são infinitamente recicláveis, além de não tóxicas ao organismo. O alumínio é considerado uma embalagem extremamente eficiente, uma vez que alimentos, bebidas, medicamentos e produtos de limpeza, por exemplo, contam com o material como barreira contra a luz, umidade e impurezas. Assim, o alumínio preserva as características, consumo seguro e vida útil dos produtos.

Fotos: reprodução internet
Fotos: reprodução internet

Bagaço da cana de açúcar
É isso mesmo. Uma jovem curitibana percebeu que as plantações produzem mais de 200 mil toneladas de bagaço todos os anos e decidiu utilizá-lo para substituir embalagens de isopor. Podem ser utilizadas para bebidas, frutas e hortaliças. O material se decompõe em apenas um mês.

Eco Bag
Outra ótima alternativa é reaproveitar a embalagem. Você pode mandar fazer uma bolsa personalizada e assim o presenteado também poderá utilizar a eco bag em supermercados, por exemplo. Uma ótima ideia para consumo consciente, né?

Fotos: reprodução internet

Vidro
Talvez você não soubesse, mas embalagens de vidro são consideradas sustentáveis. Isso porque, mesmo que levem areia em sua produção, podem ser facilmente reutilizados até mesmo em casa e recicladas muitas vezes, se descartadas de maneira adequada. Por fim, ainda não liberam toxinas.

Jornais, revistas e calendários
Com todos esses materiais, você pode tanto embrulhar o presente diretamente ou confeccionar sacolas, se o item não puder ser embrulhado. Os jornais trazem uma ideia mais discreta, assim como os calendários. Já para quem gosta de cor, revistas são uma boa alternativa, já que com elas, ainda se pode fazer laços e enfeites para finalizar o embrulho.

Fotos: reprodução internet

Embrulhos também podem ser sustentáveis
Já parou para pensar que, além de os papéis para presentes não serem reciclados, ainda se tornam “lixo” descartado em menos de um minuto? Além de embalagens, embrulhos para presentes também podem reduzir os danos à natureza. Em casa mesmo, é muito provável que você tenha materiais para compor sua própria embalagem. Assim, além de economizar, estará ajudando ao meio ambiente de maneira bem simples.

Deixe seu comentário