Diretor Lório José Schrammel. Foto: commais divulgação

A direção do Colégio Sinodal Progresso preparou algumas opções para os alunos que quiserem experimentar a sensação de estudar no exterior.
Argentina, Canadá e Portugal são os destinos dos estudantes, com diferentes opções de estudos e tempo de estadia para cada um dos países.

O intercâmbio com a Argentina já aconteceu, uma vez, em 2018. Alunos da instituição montenegrina passaram uma semana em Mendoza, cidade que fica a pouco mais de 1.000 quilômetros de distância da capital Buenos Aires. Lá, foi definido o tema “Culinária Gaúcha” para que os estudantes trabalhassem com os colegas argentinos durante a estadia. Os alunos também visitaram locais históricos que os argentinos julgaram serem visitas essenciais. A ideia para este ano é que os alunos do país vizinho façam o mesmo intercâmbio em Montenegro, com um tema a ser definido e locais a serem visitados. “Eles já nos disseram que quando vierem, querem conhecer Gramado”, conta o diretor do Colégio, Lório José Schrammel. Podem participar da experiência alunos do 7º ano do Ensino Fundamental até o 2º ano do Ensino Médio.

A viagem ao Canadá foca nos estudos do Inglês durante o período de quatro semanas em que os alunos ficam no país. A viagem deve acontecer no mês de julho, verão dos canadenses e época de férias de inverno dos alunos montenegrinos. O intercâmbio deve ser realizado por uma turma de menos de dez alunos, variando entre o oitavo ano do Ensino Fundamental e o segundo ano do Ensino Médio.

A viagem para Portugal é diferente. A escola montenegrina tem uma parceria com o Instituto Politécnico de Leiria, que fica a cerca de 140 quilômetros da capital Lisboa. Com esse acordo entre as duas instituições, alunos concluintes do Ensino Médio do CSP têm a possibilidade de continuar seus estudos no Instituto europeu. São cursos superiores de três a cinco anos e a ideia de ir é uma iniciativa que parte do aluno e de sua família. A proposta da escola esse ano é conhecer o projeto dos portugueses, visitar a cidade de Leiria com uma comitiva de professores, pais e alunos e consequentemente aumentar a divulgação do programa.

Educação bilíngue parte do Ensino Infantil
Além do intercâmbio, o CSP tem outras opções de internacionalidade. Em novembro de 2018, a escola anunciou uma parceria com a Pearson, considerada a maior empresa de educação do mundo, para a implementação da Língua Inglesa como atividade diária. Para as duas instituições, a prática de inglês duas vezes por semana não se trata de bilinguismo, e para se caracterizar como um programa é necessário ter de cinco a dez horas de aprendizagem semanal obrigatória. Com isso, de segunda à sexta-feira, os alunos da educação infantil têm a prática de um período de inglês.

Deixe seu comentário