O ano de 2020 foi complicado e desafiador para todos os setores e em Montenegro e região não foi diferente. Muitas das metas estabelecidas no final de 2019 não puderam ser cumpridas em virtude da pandemia do novo coronavírus. Chegamos ao início de um novo ano com outras perspectivas para 2021, principalmente em relação à vacina contra a Covid-19 e aos novos governos municipais, mas também renovando boa parte das metas que ficaram do ano passado.

Geral
Construção da sede da Associação Comunitária do bairro São Paulo

Uma das metas para o próximo ano é a construção da sede para a Associação Comunitária do bairro São Paulo. Após um ano cheio de dificuldades para a entidade, este é um projeto que deve se concretizar em 2021. O terreno para a construção da sede foi cedido pela Prefeitura Municipal e se localiza na Timbaúva, na esquina com as ruas Júlio Renner, Severo Fá Brasil e Alfredo Ost.

Retorno do estacionamento rotativo em Montenegro
Com expectativa de início da cobrança do estacionamento para o dia 17 de fevereiro de 2020, o serviço ocorreu apenas no dia 15 de junho. No dia 31 de agosto, pouco mais de dois meses depois, o serviço foi suspenso novamente, após um recurso apresentado pela empresa BR Parking ao Tribunal de Justiça do Estado. Adecisão ficou pra 2021 e o pagamento só retornará após o julgamento do recurso da reclamante e também da Procuradoria Geral do Município (PGM), que interveio pedindo o retorno da cobrança.

Entrega da EMEI Centenário
Com a falta de vagas na rede, a construção da Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) no bairro Centenário, iniciada em 2016, trouxe grandes expectativas para a comunidade. Inicialmente prevista para ser concluída em fevereiro de 2017, a obra Emei segue inacabada, uma consequência de reajustes de contrato, atrasos em repasses, dentre outros problemas. A estimativa da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Smec) era de que as obras da escola fossem retomadas ainda em 2020, porém nada foi feito. Nova empresa até foi contratada, mas está em férias coletivas, segundo o ex-prefeito Kadu Müller. Ficou para 2021.

Melhora na pavimentação de ruas
Até o início de dezembro, 31 ruas de Montenegro já tiveram pavimentação realizada pela Prefeitura, além de capeamento asfáltico em três logradouros. É inegável que houve melhora nesse quesito em 2020, mas ainda há muito trabalho a ser feito na pavimentação das ruas do município. Nos bairros é preciso andar em zigue-zague nas ruas, e prestar muita atenção para não torcer o pé em um dos buracos. A expectativa é que em 2021 as ruas de Montenegro recebam mais atenção.

Internet e telefonia para o interior
Pouco ou nenhum avanço. Muitas localidades ainda sofrem, praticamente incontactáveis. O problema soma-se ao estado precário da rede pública de energia elétrica nessas áreas rurais. Diversos moradores do interior ressaltaram que em 2020 o serviço piorou ainda mais. Precisa melhorar!

Vacinas contra a Covid-19
Em um ano atípico, ninguém esperava que fosse torcer para tomar uma vacina. Devido à pandemia do novo coronavírus, que iniciou em março no Brasil, o maior desejo para 2021 é estar imunizado. O governo Federal lançou o Plano Nacional de Vacinação contra a Covid-19, em que é previsto que ocorram as imunizações ainda no primeiro semestre de 2021. Em contrapartida, o governo do Estado sinalizou que irá esperar pela distribuição do Ministério da Saúde, mas já entrou em contato com o Instituto Butantan para uma provável compra de imunizações caso necessário.

Uma alternativa segura para a travessia da RSC-287
O problema histórico da travessia dos moradores dos bairros Santo Antônio e Panorama está com perspectivas positivas para 2021. Após muitos projetos apresentados que foram recusados devido ao alto valor, a expectativa é que um novo estudo, realizado pela estudante de Engenharia da Unisinos, Nicole Streit, de Pareci Novo, solucione o problema. O projeto está orçado no valor de cerca de R$ 3 milhões, e já foi apresentado a EGR pela Prefeitura de Montenegro. Se aceito pela empresa, a obra poderá ser realizada pela Administração.

Região
Avanço no projeto de contenção das cheias do Rio Caí

Um grande anseio do Vale do Caí que segue em 2021 é o projeto de contenção das cheias do Rio Caí. Em 2019, lideranças políticas da região estiveram reunidas com representares da União para buscar recursos que garantam a realização dos estudos complementares sobre a bacia do Rio Caí. Esses estudos incluem os trechos médio e alto do rio Caí, uma vez que os estudos da parte baixa já foram contratados, desenvolvidos, concluídos e pagos em 2014. São necessários aproximadamente R$ 7 milhões para desenvolver essa nova etapa do estudo. No entanto, em 2020, não houve avanços nesse processo.

Avanço nas obras da Transcitrus
Projeto que envolve toda a região, obras na Rodovia Transcitrus são sempre esperadas. Até o momento, dos cinco Municípios da área de cobertura do Jornal Ibiá, apenas Pareci Novo concluiu o asfaltamento de todo o traçado do projeto em seu território. Numa incansável luta, é de se esperar que os prefeitos da região voltem à carga na busca por recursos para a conclusão da Transcitrus em seus Municípios, como já ocorreu em 2020.

Esporte
Conclusão da reforma do ginásio Domingão

Fechado há 15 anos para a prática esportiva, o ginásio Domingos dos Santos, o Domingão, segue sem previsão para ser reaberto. A reforma do ginásio iniciou em março de 2019, com prazo inicial para conclusão em quatro meses. Porém, a obra foi prorrogada algumas vezes por conta de interferências. Neste ano, a pandemia atrapalhou, e a revitalização segue em compasso de espera. Quem sabe a conclusão ocorra em 2021. Tarefa para o novo governo.

Volta dos campeonatos municipais
O início de uma nova gestão renova a esperança dos esportistas da cidade em relação à retomada dos campeonatos municipais (de futsal e futebol de campo) em Montenegro. Além de centenas de atletas que jogam futebol regularmente, há ginásios e campos na cidade que poderiam sediar torneios municipais. Além de disputas de futebol, o novo governo também pode organizar competições de ciclismo, artes marciais, voleibol e atletismo. Montenegro possui inúmeros talentos no esporte a serem lapidados.

Economia
Recuperação e crescimento da Economia

Superada a pandemia, a recuperação da Economia precisa ser acelerada, não só para recuperar as perdas de 2020, mas para superar um crescimento pré-pandemia que já era lento. Nessa linha, boas perspectivas! 2021 deve ser o ano de instalação das quatro empresas já oficializadas dentro do projeto do Polo da Química de Montenegro; e, torcemos, da confirmação de novos investimentos. Os supermercados Desco e Asun devem inaugurar suas novas unidades na cidade; e há previsão, sem datas concretas, de ampliação nas indústrias já instaladas da CBC e da JBS, bem como a retomada da produção da Hexion, parada desde agosto passado. É promessa de governo de Gustavo Zanatta, ainda, mais apoio ao pequeno empreendedor.

Política
Um bom início para o novo governo

Com um primeiro escalão de secretários que, em sua maioria, têm sido bem visto pela comunidade, o governo Zanatta tem seu primeiro mandato em 2021 com o desafio de mostrar, como dizia a campanha, uma nova forma de fazer política em Montenegro. Resta saber o que, de tudo o que foi prometido, será possível executar com o orçamento – um tanto apertado diante de despesas extras impostas como consequências da pandemia – deste ano que se inicia. O prefeito eleito promete ouvir mais a comunidade e também precisa construir uma boa relação com a nova Câmara de Vereadores para evitar – como se viu nos últimos anos – que atritos entre Legislativo e Executivo prejudiquem o avanço do Município.

Polícia
27º BPM quer “casa nova” em 2021

O 27º Batalhão da Polícia Militar de São Sebastião do Caí inicia o novo ano com a meta de concluir o projeto de ampliação de suas instalações. Terreno para a construção já existe, agora falta finalizar o projeto e conseguir recursos para sua execução.

Consepro buscará apoio para reequipar órgãos de segurança
O Conselho Comunitário Pró-Segurança Pública (Consepro) de Montenegro, pretende dar mais visibilidade ao Programa de Aparelhamento da Segurança Pública (Piseg) junto às empresas da cidade. O Conselho também trabalha para conseguir a cedência de um prédio para mudança da Central de Polícia do Vale do Caí, que hoje está em local alugado.

Casa de passagem para vítimas de violência
Colocar em funcionamento a casa de acolhimento às mulheres vítimas de violência doméstica é um dos grandes objetivos da Rede de Proteção de Montenegro para 2021. Em 2020 a pandemia atrapalhou o andamento das reuniões com prefeitos da região, iniciadas em 2019.

Deixe seu comentário