Foto: Pixabay

Quando chega esta época do ano, mesmo que ele tenha sido difícil, todos querem dar e receber presentes. Pode ser aquele presentão ou uma lembrancinha. O que não pode, é deixar a data passar sem esta troca tão importante. Afinal, quando se oferece um presente não se está dando apenas um objeto, mas o carinho e o tempo envolto na escolha. E este ano o saco de presentes do Bom Velhinho terá uma missão ainda maior, afinal, num ano em que nem todas as famílias estarão reunidas, o abraço em alguns casos chegará na forma de um embrulho. Pra facilitar a sua vida, oferecemos algumas dicas de presentes pensando em agradar gastando pouquinho.

Acessórios
A dica aqui é ir no básico se você tirou no amigo secreto aquele colega que não conhece muito bem. E só arriscar em algo mais estiloso se realmente conhece o gosto da pessoa. Para as mulheres, um belo colar ou par de brincos costuma ser um acerto. No caso dos homens, quem sabe um boné ou carteira?

Perfumes
Os perfumes são um presente clássico. E tem que não abra mão de deixar aquele cheirinho gostoso no Natal da família. Uma alternativa para quem deseja presentear com perfumes sem gastar muito são os kits pockets. Às vezes só com o perfume ou compostos também por kits com cremes e sabonetes, estes vem em versões menores. Assim você agrada gastando bem menos.

Planner
Tem algo melhor que começar o ano com o pé direito e com as metas já definidas? Uma ótima sugestão para quem quer agradar e gastar pouco é um planner. Diversos modelos podem ser encontrados no mercado e com certeza vão fazer a diferença para quem ganhar. No dia 1 de janeiro de 2021, o presente especial já começa a ser utilizado e será um companheiro até o fim de ano.

Chocolates
Com diversas opções disponíveis no mercado, chocolates nunca saem de moda para presentear. Meio amargo, ao leite, branco preto. Em barra, bombom ou até mesmo panetone, muito tradicional nesta época. Leve em consideração o gosto do presenteado e acerte em cheio no mimo. Afinal, neste ano atípico, nada melhor do que adoçar um pouco a vida, né?

Deixe seu comentário