Álcool gel é o objeto de higiene mais procurado no Brasil ultimamente

Atualmente, o objeto de higiene mais desejado no Brasil é o álcool gel. O medo de contaminação pelo novo coronavírus por parte da população fez a demanda do produto disparar em mais de 1.700% nas fabricantes. Para ter uma ideia, a produção na primeira semana de março deste ano chegou a 2,16 milhões de embalagens, contra a fabricação média de 120 mil frascos em janeiro.

No entanto, o uso de álcool gel em excesso, ao invés de ser um aliado da população, pode gerar um impasse ainda mais preocupante ao ecossistema, com o acúmulo de frascos descartados em locais inapropriados. Há quem diga que o vírus é uma própria mensagem do planeta sobre a relação de desrespeito que existe entre do homem com o meio ambiente. A preservação ambiental pode ser fundamental para conter a disseminação de doenças virais como a Covid-19.

Algumas atitudes que consideramos politicamente corretas podem causar um impacto menor ao ecossistema, como, por exemplo, priorizar a compra de uma embalagem grande de álcool gel ao invés de adquirir várias pequenas. Desta forma, evita-se consumir mais frascos plásticos e gera menos resíduos.

Muitas pessoas não sabem, mas as embalagens de álcool gel podem ser recicladas. A maioria dos frascos é de PET (tereftalato de polietileno), um dos plásticos mais reciclados pela indústria e mais utilizados pelos consumidores. No entanto, também é um dos mais encontrados pelas ruas e em locais inadequados.

Todas as embalagens plásticas devem ter um símbolo da Norma ABNT NBR 13230, indicando qual o tipo de material presente. Foto: reprodução Norma ABNT NBR 13230

Em relação aos diferentes plásticos, às vezes a população tem dúvidas ao fazer o descarte correto por não saber a denominação destes. Todas as embalagens plásticas devem conter um símbolo da Norma ABNT NBR 13.230, indicando qual o tipo de material presente e se ele pode ser reciclado. Sobre a diferença entre o plástico reciclável e reciclado: o primeiro indica que o material, após sua vida útil, pode passar por um processo de transformação a fim de dar origem a um novo produto. Já o reciclado indica que a suposta embalagem plástica foi fabricada com uma matéria-prima recuperada, ou seja, já passou por esse processo.

De acordo com dados da Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast), a cada tonelada de material reciclado produzido, os resultados são: redução na emissão de uma tonelada e 530 quilos de gases de Efeito Estufa na atmosfera e redução de uma tonelada e 100 quilos em média de resíduos plásticos dispostos em aterros.

Deixe seu comentário