A artesã consegue transformar o que viraria lixo em decorações

A época natalina instiga muitas famílias na hora da decoração. Pisca-pisca coloridos, pinheiros decorados, panos de pratos e toalhas são alguns dos itens mais famosos na hora de deixar a casa no clima para o Natal. Entretanto, é interessante pensar na possibilidade de fazer bem ao Meio Ambiente durante esse processo. É aí que entram os enfeites de material reciclado.

A artesã Jaqueline Zibetti atrelou o amor pela natureza e pela arte para confeccionar suas peças. No seu quinto ano participando da Feira Natalina, ela expôs diversos objetos, feitos a partir de materiais recicláveis que consegue com conhecidos, amigos e parceiros. “Muitos me avisam que têm CDs ou materiais e eu busco”, explica. Tudo começou fazendo artesanato com jornais, revestindo copos de isopor. “Meu marido tem um que eu fiz faz 23 anos”, conta.

Feita a partir de saco plástico, a mateira é um sucesso entre os fãs do chimarrão

Quando começou a coleta seletiva, foi uma realização para Jaqueline. Ao longo de sua caminhada com os materiais, ela já conseguiu diversos parceiros. “Fica tudo bonito e ainda contribui com o planeta”, comenta. A artesã ressalta que hoje tudo é muito descartável. Um dos últimos parceiros são as agropecuárias, que fornecem sacos de ração. Jaqueline faz diversos objetos com esse material, como avental, ecobags e mateiras.

Com dobraduras, a carteira é ótima para carregar cartões

“É claro que vai para o lixo depois, mas antes vai ter uma vida utilitária ainda maior”, explica Jaqueline, sobre as escolhas de seus reciclados para o artesanato. As garrafas pet, famosas pela praticidade para o artesanato, também viram produtos nas mãos da artesã, que faz de vasinhos de flores até casinha de passarinho. Segundo Fernanda Dalto, Gerente de Campanhas da ONU Meio Ambiente, em reportagem para o Estadão, mais de 40% de todo o plástico produzido durante 150 anos foi usado apenas uma única vez antes do descarte. Este impacto é modificado por pessoas como Jaqueline.

Outros materiais também viram arte
Para a artesã, todo material serve para suas artes, até mesmo pedrinhas. “A maioria que eu uso são pedras de rio”. São diversos tamanhos, em que ela faz desenhos como, por exemplo, joaninha e outras pinturas semelhantes as de mandalas. Esses desenhos também decoram CDs, em que Jaqueline faz para pendurar pela casa, com detalhes de espelhos e miçangas.

Um dos sucessos também é a “carteira mágica”, feita com caixinhas de leite e decoradas com tecidos coloridos. Os vidros de conserva não escapam, todos são limpos, tirando o adesivo externo, e ela mesma molda adesivos com tintas, que depois transformam o material. “É feito com uma tinta que eu preencho e depois colo”, conta. Os retalhos de MDF viram quadros decorados, para quem quiser usar na decoração de sua casa ou escritório.

Passo a passo: aprenda a fazer vaso de flor com garrafa pet
1º PASSO: Você vai precisar de um molde da flor e das folhas,
para poder recortar o plástico. Após, é hora de higienizar a pet e lixar.

2º passo: Agora é hora de recortar as flores e folhas, feitas a partir do molde. Não coloque fora as partes inferiores da garrafa, pois será o “vasinho”. É importante recortar cabinhos para segurar as florzinhas, que precisam de um furo no centro e são queimadas para ficarem “tortinhas”. As folhas também precisam de dobraduras para simular as fibras.

3º passo: Com tintas PVA da cor da sua escolha e verniz fosco, é hora da pintura! O processo demora três dias, para poder secar bem a tinta.

4º passo: Chegou o momento da montagem, agora, você pode usar o musgo barba de velho para preencher a garrafa e ser a base. Depois, é só posicionar suas peças e decorar o vaso da forma que quiser, usando fitas e laços.

Compartilhar

Deixe seu comentário