Um ato impensado por pouco não acaba em tragédia na rua Antônio Vieira, no bairro Aeroclube, em Montenegro. Um homem de 40 anos ateou fogo na própria casa, após se desentender com vizinhos. A residência foi totalmente consumida pelo fogo. O imóvel ao lado também foi atingido pelas labaredas. Graças à ação de moradores e dos bombeiros, o fogo foi controlado antes de se propagar pelos cômodos.

A costureira Loreni de Fátima Ribeiro de Matos, de 36 anos, conta que a confusão começou no final da tarde desse domingo, 24, quando seu vizinho foi até a casa da mãe dela. A mulher costumava ajudar o homem dando-lhe almoço. Naquele dia, ele ficou descontente porque a mulher não havia feito a refeição para ele. “A gente tem pena dele. Ele bebe muito e usa drogas. A esposa deixou ele e levou os quatro filhos junto, aí a gente ajudava ele”, detalha.

A discussão foi se tornando acalorada e envolveu Loreni e o esposo Ismael de Matos, 39. Mas depois de algum tempo de discussão, o morador pediu desculpas e fez questão de dar um aperto de mãos nos vizinhos. “Ele disse que nos considerava muito e que não tinha nada contra a gente”, relata a costureira.

Quando parecia que tudo havia se acertado, por volta das 21h30min, o indivíduo foi até a própria moradia e colocou fogo em seu colchão. Os vizinhos não o viram deixar o imóvel e chegaram a crer que estivesse dentro dele. Mas isso não ocorreu.

Enquanto destruía totalmente a residência do morador, que havia fugido do local, o fogo também atingiu ao telhado e a garagem da casa de Loreni e Ismael. Vizinhos correram para prestar socorro e retirar móveis e objetos de dentro da casa. A geladeira da família acabou estragando durante o deslocamento para a rua. “Meu sonho era ter uma geladeira grande e agora ela ta lá, estragada”, desabafa Ismael. Os bombeiros logo chegaram e conseguiram apagar o fogo por completo.

Nessa segunda-feira, 25, Ismael faltou ao trabalho para começar os reparos em sua casa. Mesmo com parte do telhado e do forro arruinados, o pai de duas crianças pequenas, uma de três e outra de 12 anos, e de um jovem de 19, comemora por todos terem saído do caso sem ferimentos. “Foi horrível as labaredas subindo pela parede. Parecia que minha casa ia explodir”, detalha o porteiro.

A família precisa de telhas, forro e uma geladeira. Interessados em ajudar devem entrar em contato pelo número  (51) 9 9556-4275.

Após incêndio, família de Pareci Novo também precisa de ajuda

Na tarde da última sexta-feira, 22, uma casa foi tomada pelas chamas em Pareci Novo, nas margens da ERS-124. A suspeita é que tenha ocorrido um curto no sistema elétrico da residência. Bombeiros militares de Montenegro atenderam ao chamado no local. Ninguém ficou ferido, mas a família, formada por um casal, uma criança de 6 anos e uma idosa,  perdeu tudo e agora conta com a solidariedade da população para conseguir doações.

A diretora do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) de Pareci Novo, Carolina Maria Machry, que acompanha a família dando o apoio necessário, lamenta o ocorrido. “Infelizmente a casa foi toda destruída e eles terão que recomeçar do zero”, diz Carolina. Ela acrescentando que a família está em uma casa cedida por um morador de Pareci Novo. “Já conseguimos roupas, mas para a senhora, que veste tamanho entre G e GG, é mais complicado”, completa.

Conforme a diretora, qualquer doação é bem vinda, mas no primeiro momento, cama de casal e solteiro são os itens mais urgentes, além de eletrodomésticos, produtos de limpeza, alimentos, roupa de cama e utensílios domésticos, entre outros. Os contatos para doações são: (51) 9 9802-6404 ou 9 9845-8918.

Deixe seu comentário