Dentre os protagonistas do dia, Eloisa e Vanir oficializaram, cheios de alegria, uma união de duas décadas

Iniciativa gratuita foi organizada pelo Cejusc no ginásio do Sesi

A sexta-feira foi dia de realização de sonhos em Montenegro. 58 casais se reuniram no ginásio do Sesi, no bairro Senai, para tornarem oficial sua união através do casamento coletivo. O local da cerimônia foi palco de forte emoção. Reuniu amigos e familiares das muitas noivas e noivos para testemunhar a troca de alianças e as promessas de um amor puro e eterno.

Totalmente gratuito, o evento nasceu no Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania do Município (o Cejusc). É parte integrante da Semana Nacional da Conciliação e foi abraçado pelo Cartório Mezzari e uma série de outros parceiros da comunidade montenegrina. “Participar dessa experiência é muito gratificante, pois estamos ajudando os casais nesse momento tão sublime que é o da união”, pontua a secretária do Centro Judiciário, Mariloy Petry.

Uma “ajuda” muito bem recebida por casais como a Geisa dos Santos e o Marcos Daniel da Silva. Ela com 18 anos de idade e ele, com 19. O casal aproveitou a oportunidade para oficializar, perante a lei, um amor que vem desde a infância. Separados pela avenida Júlio Renner, Geisa se criou no bairro São Paulo e Marcos no Santa Rita, mas, desde pequenos, sempre foram muito próximos. Cresceram juntos.

A amizade virou namoro e, na sexta, o namoro virou casamento. “A partir do momento que a gente já tinha como se sustentar e um lugar para morar, a gente decidiu casar”, conta Geisa, ciente da importância do passo dado. Agora devidamente casados, ambos se organizam para, ainda antes do final do ano, iniciarem a vida de casados no apartamento recém-adquirido no Parque Floresta, no Porto dos Pereiras. A expectativa é grande.

Com um amor que começou na infância, Geisa dos Santos e o Marcos Daniel da Silva, agora, vão viver juntos

MOMENTO MUITO ESPERADO

58 casais. 58 histórias. Em uma realidade muito diferente dos jovens Geisa e Marcos, Eloisa Emanuelli e Vanir Santos Nogueira já moravam juntos há 21 anos. “A gente se conheceu num baile aqui em Montenegro. Aí começamos a namorar, eu engravidei e fomos morar juntos”, lembra dona Eloisa, hoje aos 59 anos de idade. E passadas mais de duas décadas ao lado do companheiro, foi dela a iniciativa do casório. “Eu falei pra ele: ‘Vanir, ta na hora de a gente dar um jeito de casar, né!?’”. Não teve escapatória.

Seu Vanir, 63 anos, e a noiva, procuraram o cartório para oficializar a união. Lá que ficaram sabendo, ao acaso, do evento coletivo desta sexta-feira. Foram, faceiros, de encontro à oportunidade. Agora que estão oficialmente casados no papel, aguardam a folga do filho, Vitor, que trabalha em Porto Alegre, para comemorarem com ele a união firmada. Tem tudo para ser uma boa de uma festa em família!

Ginásio ficou lotado com noivos, padrinhos, testemunhas e atentos convidados

Comunidade abraçada para fazer o evento

Através de parceria, elas ganharam um “dia de noiva”

O casamento teve início, oficialmente, pouco depois das 17h, mas desde cedo teve gente envolvida nos preparativos para o sucesso do evento. Destaque para o presentão oferecido pelo Instituto Embelleze, que durante todo o dia, parou a escola para atender às noivas, fazendo penteado e maquiagem. “É muito marcante. Lembra o lema da Embelleze, que é ‘transformar vidas’”, destaca a coordenadora da unidade, Letícia Ribeiro.

37 das participantes passaram por lá. Ganharam presentes e coquetel através de lojas, padarias e docerias que também abraçaram a iniciativa para tornar a união coletiva ainda mais especial. No Instituto, até outros profissionais da beleza na cidade deixaram de trabalhar para estarem no local, atendendo às estrelas do dia. Aliada a muita expectativa, era alegria que não acabava mais.

CONFIRA MAIS FOTOS:

Deixe seu comentário