Quando foi criado, em março de 1983, o Ibiá se propôs a fazer um jornal diferente do que Montenegro estava acostumado a ler: um jornalismo plural, que desse espaço a todos os segmentos da sociedade, sem distinção entre raça, credo ou condição sócio-econômica. A proposta de dar voz a todos, moradores do Centro, dos bairros, do interior, de jovens a idosos se renova a cada edição, mesmo depois de quase 35 anos de circulação. Garantir espaço ao cidadão comum é a marca de um jornal que se tornou muito mais que um veículo de informação, mas um parceiro dos seus leitores. O Jornal Ibiá é o maior diário de circulação no Vale do Caí.

Em meados de 1981, iniciaram os primeiros “bate-papos” que levariam à concretização do Jornal Ibiá. As estudantes de Comunicação Social da Unisinos, Maria Luiza Szulczewski e Mara Rúbia Flôres, começaram, então, a acalentar o sonho de editar um semanário em Montenegro. Maria Luiza cursava Jornalismo e Mara Rúbia Relações Públicas.

Por que um jornal em Montenegro?

A cidade de Montenegro, no início da década de 80, apresentava grandes expectativas de crescimento econômico e demográfico, com a implantação do III Pólo Petroquímico. Neste contexto, foi vislumbrada a viabilidade do negócio.

Na época, a cidade contava com apenas um jornal, de características tradicionais e conservadoras. O jornal O Progresso circulava em Montenegro há mais de 80 anos quando surgiu o Ibiá. Nem mesmo a forte recessão instalada no país naqueles anos arrefeceu os ânimos. A idéia inicial era começar o Ibiá em 1982. Porém, por tratar-se de um ano de eleições municipais, o lançamento foi postergado para o ano seguinte. Com isto, evitava-se boatos de qualquer ligação da fundação do jornal com grupos ou interesses políticos.

O Ibiá era o sonho de jovens estudantes que queriam trazer à Montenegro o que existia de mais moderno no jornalismo. Um jornal ágil, bem diagramado, ao estilo dos grandes veículos das cidades maiores. Decidiram que, além do noticiário essencialmente local, o Ibiá seria um jornal voltado aos interesses da comunidade, onde todos tivessem voz e vez. Com este objetivo, elegeram a credibilidade e pluralidade como seu principal atributo.

Por que Ibiá?

Depois de muitas discussões sobre a denominação do periódico, o nome Jornal Ibiá foi escolhido por um conjunto de razões. A palavra Ibiá era e é muito tradicional, popular e peculiar para os habitantes de Montenegro. E isto era importante, já que o principal atributo do concorrente era o tempo de atuação no mercado. O nome Ibiá propiciava assimilação rápida por parte do leitor e ligação com as origens históricas do município.

Ibiá é uma palavra tupi-guarani, que significa caminho difícil – caminho entre pedras. Foi a primeira denominação da cidade quando ainda era uma aldeia habitada por índios. O significado da palavra indígena tem muito a ver com o desafio de fazer jornalismo no interior.

Concretização de um sonho

Aos poucos, a idéia foi tomando corpo. As fundadoras do Ibiá, movidas pelo idealismo e a coragem peculiar dos jovens, foram preparando os passos para a fundação da Empresa Jornalística Ibiá Ltda e o lançamento da primeira edição. As sócias, que trabalhavam para custear a faculdade, em janeiro de 1983, largaram seus empregos e iniciaram a concretização de um sonho.

As dificuldades dos primeiros meses fizeram com que Mara Rubia e Maria Luiza acumulassem todas as tarefas da produção do Ibiá. Até mesmo a entrega dos exemplares era feita pelas duas, com bicicletas Caloi Ceci. Para fazer o jornal circular no primeiro ano e provocar a adesão das pessoas ao novo veículo, foram distribuídos exemplares gratuitamente. Da mesma forma, as reportagens, venda de anúncios, cobranças, venda de assinaturas e diagramação foram tarefas realizadas exclusivamente por Mara e Lica (apelido da fundadora Maria Luiza).

Da bicicleta à primeira funcionária

Para começar o Ibiá, o capital de giro da empresa era equivalente ao custo de impressão de 12 páginas das três primeiras edições. Em valores de hoje, um valor próximo a três salários mínimos. Duas máquinas de escrever portáteis, duas escrivaninhas, uma máquina fotográfica Olimpus Pen, duas bicicletas Calói Ceci e três cadeiras constituíam os recursos materiais da empresa. Todos os objetos eram usados e foram trazidos de casa.

O processo de montagem e impressão gráfica era realizado fora. Os serviços de reportagens, matérias, fotos, vendas, cobranças e outros, executados pelas sócias, que se revezavam nas tarefas. Todas as terças-feiras pela manhã, o material seguia para Lajeado, onde acontecia a digitação eletrônica, montagem e impressão. Geralmente, as sócias acompanhavam a produção das páginas, até o final do dia.

A proximidade com leitores, anunciantes e com a comunidade fez com que, carinhosamente, os montenegrinos passassem a chamar o Ibiá de o “jornal das gurias”. Até hoje, 35 anos depois, ainda hoje algumas pessoas que se referem ao jornal desta forma.

Desafios

Fazer jornalismo no interior do Estado é uma tarefa desafiadora até hoje. Fundar um semanário e fazê-lo sobreviver, em uma cidade que tinha um histórico de vários periódicos de vida curta e atuação contestada no mercado, tornou-se o grande desafio a ser vencido. A faculdade de Comunicação não prepara os estudantes para terem seu próprio jornal. Isto fez com que as empreendedoras aprendessem, com o mercado, a administrar a empresa.

O primeiro grande obstáculo a ser superado foi a falta de recursos para a manutenção do jornal com circulação semanal. A produção industrial (editoração, paginação e impressão) era terceirizada, representando cerca de 85% das despesas. Por isso, foi tomada a decisão de reduzir duas edições ao mês, passando o Ibiá a quinzenário em janeiro de 1984.

A primeira funcionária contratada foi para a área de vendas, somente em 1985. Anúncios e assinaturas eram comercializados de forma amadora, mais por apelo comunitário do que pelo retorno que o veículo pudesse proporcionar. Em julho de 1985, o Jornal Ibiá voltou a circular uma vez por semana. A empresa começou a crescer.

A opção pelo crescimento

No dia 18 de maio de 1990, chegou aos assinantes e aos pontos de vendas o primeiro exemplar do bissemanal, com circulação às terças e sextas. Nesta época, apenas a fotolitagem e impressão eram produzidas fora. A editoração e a paginação já estavam sendo desenvolvidas na própria empresa.

Dez anos depois da primeira edição, em 1993, o jornal iniciou um processo de profissionalização, através da criação de departamentos específicos para as assinaturas e a comercialização de publicidade. Neste ano, também foi introduzida a publicação de classificados.

Em maio de 1995, a empresa passou a operar em prédio próprio. No final deste ano, adotou como método de gestão a Qualidade Total.

Em 1996, foi adquirida a primeira impressora, que possibilitou a impressão do jornal e de serviços de terceiros, aumentando as oportunidades de faturamento e reduzindo os custos de produção. Em novembro do mesmo ano, pela primeira vez na história da cidade, um jornal circula com 100 páginas, foi na edição de nº 1.000 do Ibiá.

Em 1998, o Ibiá começa a circular nas três cidades mais próximas: Brochier, Maratá e Pareci Novo. Esta regionalização possibilitou o aumento da circulação e da cobertura de notícias. A partir de abril do mesmo ano, passou a circular às segundas, quartas e sextas. Para tanto, e já prevendo a transformação para diário, conforme projetava o planejamento estratégico, foi adquirida mais uma impressora offset. Nas edições de sexta-feira, o jornal circulava com páginas coloridas.

Atrás das novidades

Uma característica do Ibiá é a de constantemente buscar novidades. Assim aconteceu na concepção de um novo jornal para Montenegro e região. O objetivo era trazer aos leitores as novidades do meio jornalístico. Um exemplo foi o uso de cores nas edições no final da década de 80, inédito na região.

A adoção do sistema de câmeras digitais começou a ser difundido comercialmente no mundo em 1995. Apenas dois anos depois, os repórteres do Jornal Ibiá já estavam usando câmeras digitais para fazer os registros jornalísticos. No interior do Estado, foi o primeiro a usar esta tecnologia. Além de imprimir agilidade na obtenção das fotografias para as reportagens, as imagens digitais representaram uma redução de custos na reprodução em papel.

As novidades continuaram. Ao longo dos anos, o Ibiá introduziu uma série de novos produtos e projetos. Iniciativas como a lista telefônica regional Ibiáfone, a Revista Expressão, o troféu Top Ibiá de Preferência, os prêmios Profissionais do Ano, Prêmio Amigo da Comunidade e Personalidade de Expressão, e o Moda&Chá tiveram grande aceitação na comunidade.

O sonho do diário

O grande sonho dos empreendedores que fazem jornalismo no interior é circular todos os dias. O desafio é enorme em virtude dos pequenos mercados publicitários. Geralmente, somente em municípios com populações acima de 100.000 se desenvolvem os veículos de circulação diária. Esta constatação, no entanto, não foi suficiente para arrefecer os ânimos dos quase 20 colaboradores do Ibiá em meados da década de 90. No ano de 1995, contrariando as previsões, a equipe projetou como Visão Estratégica a transformação do bissemanal para diário dali a cinco anos: em 2000.

A partir de então, todos os esforços foram dirigidos à concretização do objetivo de circular todos os dias. Várias ações foram aproximando a Visão da equipe do Ibiá da realidade. A primeira delas foi a aquisição da máquina impressora offset, em 1996, seguida de uma segunda, dois anos depois. O primeiro passo, em direção ao aumento da circulação, foi dado com a inclusão de mais uma edição na semana. Os dias foram escolhidos pelos assinantes em pesquisa. Em abril de 1998, o jornal passa a circular às terças, quintas e sábados.

Em 2000 não deu. Mas, no dia 5 de maio de 2001, no entanto, saiu a primeira edição do “nosso diário”, Jornal Ibiá, o primeiro jornal a circular de terças a sábados no Vale do Caí. Um sonho que se tornou realidade, viabilizado pelo planejamento e pela vontade dos profissionais do Jornal Ibiá.

Os anos passaram e as exigências do mercado cresceram. Em 16 de março de 2009, ao completar seus 26 anos, o Jornal Ibiá deu mais um passo importante em sua história, com a publicação da sexta edição semanal.

Acompanhando a tendência dos grandes veículos de comunicação, em 2017 o Ibiá atende a preferência do mercado pela edição de sexta e cria a nova edição de fim de semana, reunindo os jornais impressos de sexta e sábado. Trata-se de um jornal renovado, com novidades e conteúdo aprofundado, publicado em uma única edição nas sextas pela manhã. Como o número de páginas não foi reduzido, há mais espaço para os assuntos do dia a dia da população. O resultado é um jornal mais enxuto, onde o assinante tem a possibilidade de ampliar a leitura do que realmente é importante para a sua vida e da comunidade.

Conectado com o leitor

A última década foi marcada por uma revolução cultural, que modificou hábitos e comportamentos em todas as esferas da convivência humana. Principalmente na comunicação, se expandiu rapidamente a Internet. O mundo se transformou numa aldeia, repleta de vias duplas de comunicação, onde todos podem compartilhar, dizer, escrever, falar e serem ouvidos, vistos, lidos.

Diante deste cenário, o Jornal Ibiá, no decorrer dos últimos anos, tem se expandido nas mais variadas plataformas, internet, facebook, instagram e twitter, além, é claro, das edições em papel que circulam ininterruptamente há 35 anos. O objetivo é estar cada vez mais presente na vida dos leitores e da comunidade, seja no papel, no computador ou no celular.

A primeira inserção do Ibiá na web foi em 2004, com www.jornalibia.com.br, um site que apresentava as principais notícias de Montenegro e região. Neste período, registrou uma média de 9.000 acessos diários. Depois disso, em vários momentos foram implementadas mudanças, tanto no visual como na facilidade de navegação no site.

Em 2017, um novo portal e um novo conceito. Com as notícias do impresso e também assuntos exclusivos à disposição dos leitores. O acesso é gratuito, respeitando um limite de leitura dos conteúdos por semana, utilizando o padrão paywall poroso. Várias editorias estarão completamente abertas, como Gente, Colunistas, Variedades, Estado, País ,  Mundo e Variedades.

Missão

 Informar com ética e responsabilidade, promovendo a cidadania e o desenvolvimento sustentável das comunidades onde atuamos.

 

Nosso Negócio

 “Soluções em informação, comunicação, cultura e lazer”.

 

Valores 

Colaboradores respeitados, valorizados, comprometidos e realizados

Sustentabilidade e Responsabilidade

Conquistar o respeito e a preferência dos clientes 

Inovação com simplicidade

Imparcialidade

Independência     

Foco nos resultados

A linha editorial do Jornal Ibiá, que representa a carta de intenções da empresa, está alicerçada nos seguintes compromissos com o leitor e a sociedade:

• Defesa dos direitos do cidadão;
• Cobrança dos deveres deste mesmo cidadão;
• Jornalismo crítico, baseado em dados e fatos, e não em boatos;
• Atuação apartidária e pluralista;
• Defesa da democracia;
• Defesa da livre iniciativa;
• Garantia de espaço para o debate a todos os segmentos representativos, no sentido de contribuir para o desenvolvimento social e político;
• Todo o cidadão, indiferente de classe social, credo, raça ou convicção ideológica, tem o mesmo respeito e direito de dar a sua versão para os acontecimentos em que estiver envolvido;
• Como empresa, o Jornal Ibiá adota uma postura de independência financeira face a grupos de poder.

Talentos Empreendedores

Concedido pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae RS)

O Jornal Ibiá conquistou o Prêmio Talentos Empreendedores no dia 6 de novembro de 2000. A entrega da premiação reuniu micro e pequenas empresas de todo o Estado no Teatro São Pedro, em Porto Alegre. O Jornal Ibiá venceu na Categoria de Serviços na região Metropolitana concorrendo com mais 436 empresas do Rio Grande do Sul. O reconhecimento, através do Prêmio, significou um momento de extrema importância para toda a equipe, principalmente para as diretoras Mara Rúbia Flores e Maria Luiza Szulczewski.

O Prêmio Talentos Empreendedores foi criado pelo Sebrae/RS em 1993 e desenvolvido em parceria com os grupos Gerdau e RBS. O objetivo da premiação é reconhecer o trabalho, dedicação e espírito empreendedor de líderes de micros e pequenas empresas que se destacam em seu segmento de atuação. Foi o único veículo de comunicação a receber esta distinção.

As diretoras do Jornal Ibiá receberam o Prêmio Talentos Empreendedores no Teatro São Pedro em Porto Alegre

Troféu Bronze da Qualidade

Concedido pelo Programa Gaúcho de Qualidade e Produtividade  – PGQP RS

Trabalhando com a gestão pela Qualidade Total desde 1995, o Jornal Ibiá foi reconhecido com o Prêmio Qualidade RS – nível 2 – Troféu Bronze, em  5 de Julho de 2001, cerimônia no Centro de Eventos da PUC em Porto Alegre.

Durante o evento, foram reconhecidas as organizações que atenderam aos critérios do Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade em seus vários níveis.

Prêmio Mérito Empresarial

Concedido pela Associação Comercial e Industrial de Montenegro

2008 –  Projeto Viva Bairro  

2009 – “Jornal Ibiá: uma experiência diária na vida da comunidade”

Prêmio ADI de Excelência

Concedido pela Associação dos Diários do Interior do Rio Grande do Sul

2015 – Jornalismo Econômico – 2º lugar na categoria Reportagem, com “Agroindústrias dão mais força ao campo” de autoria da jornalista Lília Maris Nascimento

2014 – Jornalismo Econômico – 1º lugar na categoria Reportagem, com “Uma usina de inovações VERDES” de autoria do jornalista Marcelo Fiori

2013 – Jornalismo Econômico – 1º lugar na categoria Reportagem, com “Resíduos de Suínos: Resolver ou Estagnar”  de autoria do jornalista Ricardo Marques

2011 – Gestão – case “Preservação se faz com atitude” 

2008 –  Editorial  – 3º lugar na categoria Reportagem “Rebite: um companheiro que pode matar”, do jornalista Éder Romeu Kurz

2006 –  Gestão – case “Um pequeno se destaca em meio aos grandes”

2006 –  Gestão  – 1° lugar com o case “Internet: ferramenta de comunicação, fortalecimento da marca e do relacionamento com a comunidade

2005 –  Gestão – 1º lugar com o Projeto Amigo da Comunidade 

2004 –  Gestão – 1º lugar com o Projeto “Viva Bairro” 

2003 – Editorial – 1º lugar em Melhor Reportagem, com “Segurança: dever do Estado, responsabilidade de todos”

32° Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo

Concedido pela OAB –  Ordem dos Advogados do Rio Grande do Sul

2015 –  3º lugar com a reportagem “O mundo de Daniel” de autoria do Jornalista Rodrigo Borba

Mérito Legislativo

Concedido pela Câmara Municipal de Vereadores de Montenegro 

2005 – Prêmio Mérito Legislativo 

Prêmio Jornalismo Brigada Militar

2008 –  2º lugar na categoria Impresso, com a reportagem “A missão de salvar vidas”, por Reinaldo Ew e Roberto Patta

Prêmio ICOM

Concedido pelo ICOM – Instituto de Mídia Comunitária

2003 – 2º lugar na categoria Reportagem, com “A vida dentro dos muros e das grades de Penitenciária Modulada”, para a jornalista Lilia Maris Nascimento

2003 – 1º lugar em Projeto Comunitário, com o projeto “Viva Bairro” – concedido pelo Instituto de Mídia Comunitária

2003 – 2º lugar em Projeto Comunitário, com o projeto “Montenegro Contra a Fome”

2004 –  1º lugar em Projeto Comunitário, com o projeto “Viva Bairro” –

2004 – 2º lugar na categoria Reportagem, com “Escândalo do lixo”, do jornalista Márcio Reinheimer

2005 – 1º lugar na categoria Campanha Comunitária, com o projeto Viva Bairro 

2005 –  2º lugar na categoria Campanha Comunitária, com o projeto Amigo da Comunidade

2005 – 3º lugar na categoria Melhor Fotografia, com a imagem “Parado! Polícia! Força Nacional!”, da repórter Roberta Azevedo

2006 – 2º lugar em Projeto Gráfico 

2006 – 2º lugar em Projeto Comunitário, com o “1º Prêmio Ames de Literatura

2006 – 2º lugar em fotografia para a jornalista Lília Maris Nascimento com a imagem “Sentados à sombra”

Responsabilidade Social

O Jornal Ibiá, através de sua força como veículo de comunicação e formador de opinião, ao longo destas mais de três décadas de atuação, tem mobilizado a sociedade montenegrina em prol de ações de cidadania, solidariedade e voluntariado. Sensibilizando o público interno e externo, estabelecendo parcerias com outras organizações, sejam elas privadas ou públicas, o Ibiá desenvolve ou apoia uma série de eventos e projetos sociais.

O projeto de maior abrangência e repercussão é o Viva Bairro, realizado durante 11 anos que, aliado a outras iniciativas, consolidaram a marca de jornal comunitário.

Esta integração com a comunidade e a preocupação do jornal com as causas sociais e comunitárias fez com que, em junho de 2001, as diretoras Mara Rúbia e Maria Luiza recebessem, da Câmara de Vereadores, o título de “Cidadãs Beneméritas” pelos relevantes serviços prestados à comunidade na área de comunicação.

Projetos Sociais:

Projeto Viva Bairro – No ano de 2002, o Jornal Ibiá lançou em Montenegro o Projeto Viva Bairro, com o principal objetivo de descentralizar a promoção de eventos, que normalmente são realizados no centro da cidade ou em lugares tradicionais, como Parque Centenário, Estação da Cultura e Praça Rui Barbosa. A iniciativa contou com o apoio de várias empresas e organizações e, que apostaram na proposta de vitalização dos bairros, através de três eixos básicos: lazer, informação e educação.

O evento itinerante, durante 11 anos percorreu os bairros de Montenegro, levando alegria e lazer, num clima de festa e descontração. Uma vez por mês, sempre aos sábados à tarde, foram levados à praça, à escola ou à rua, serviços e atrações artísticas. Corte de cabelo, medição de pressão e taxa de glicose, vacinas, brinquedos foram alguns dos serviços gratuitos prestados à comunidade, contemplando públicos de todas as idades.

O trabalho realizado pelos parceiros, entidades-empresas-escolas,  foi totalmente voluntário. Desenvolvendo, desta maneira, as ações de cidadania, incentivando o despertar para valores importantes, como solidariedade e trabalho comunitário.

Público aproveitando a sombra para assistir as atrações do Viva Bairro

Leilão de Artes – em parceria com o Rotary Clube Montenegro, em duas edições, com lucro da promoção revertido na construção do complexo hidroterápico da escola Nossa Senhora da Medianeira, mantida pela Apae, Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais.

Moda & Chá – Chá-desfile, em parceria com o Rotary Clube Montenegro Centenário. Inicialmente, os recursos foram destinados à construção da creche Trilhos, para abrigar cerca de 80 crianças carentes do bairro Esperança. Atingido este objetivo, o produto deste trabalho ajudou a entidade a manter suas ações sociais.

Moda & Chá Verão 2011Cartinha ao Papai Noel – Desde 2005, o Jornal Ibiá torna realidade o sonho de dezenas de crianças em vulnerabilidade social. É a Cartinha ao Papai Noel. Através de uma parceria com as escolas municipais e estaduais, as crianças em situação de maior vulnerabilidade social, nas regiões mais carentes do município, são selecionadas pelos professores para encaminhar as cartinhas e participar da festa.

O objetivo é promover o espírito de Natal e tornar mais feliz o Natal destas crianças. Anualmente são atendidas cerca de 250 cartinhas. O Jornal Ibiá, com o apoio de empresas e pessoas da comunidade compra os presentes. Nesta promoção a preocupação principal é realizar o sonho da criança expresso na Cartinha ao Papai Noel.

A entrega dos presentes é feita em uma área de lazer da cidade, para onde todas as crianças são conduzidas. A festa acontece com a presença do Papai Noel que faz a entrega nominalmente a cada criança. O evento ainda oferece brincadeiras, lanches, refrigerante, picolé e muita diversão.

Brinquedos fazem a alegria das crianças na festa das Cartinhas para o Papai Noel
Brinquedos fazem a alegria das crianças na festa das Cartinhas para o Papai Noel

Papai Noel deixa sua mensagem para as crianças
Papai Noel deixa sua mensagem para as crianças

Personalidade de ExpressãoCriada em 2009 pela revista Expressão, em parceria com o Jornal Ibiá, a distinção “Personalidade de Expressão” é entregue a pessoas que se destacam na comunidade em segmentos variados.

A construção de uma sociedade melhor tem seus alicerces baseados no trabalho e na dedicação de importantes lideranças, cuja atuação não é contemplada em outros mecanismos de pesquisa e sondagem. Diante dessa constatação, a equipe do Jornal Ibiá e da revista Expressão desenvolveu uma forma de destacar o empenho dessas pessoas. Seja por ações sociais, a busca de novas empresas ou mesmo com um trabalho profissional bem-feito, essas lideranças destacam-se pela sua constante participação no desenvolvimento da cidade. Desde a primeira edição, mais de 70 personalidades já receberam a distinção.

Homenageados do Personalidade de Expressão 2011
Homenageados do Personalidade de Expressão 2011

Projetos Ambientais:

logo Projeto AtitudeO esgotamento dos recursos naturais, em virtude da falta de consciência da população, levou o Jornal Ibiá a usar o seu poder de mobilização da sociedade para chamar a atenção à necessidade de cuidar do meio ambiente. Como as mudanças devem acontecer de dentro para fora, a primeira iniciativa nasceu no coração da empresa. É o projeto “Preservação se faz com atitude”, que propõe a redução do uso do plástico, utilizado para ensacar os jornais entregues a domicílio.

O projeto objetiva substituir o uso do plástico, utilizado para ensacar os jornais entregues aos assinantes, por caixas de correspondência, produzidas com material reciclado. Antes de adotar essa atitude, o jornal consumia, por ano, aproximadamente 720 mil sacos plásticos. Número equivalente 1.632 quilos de material descartado no lixo e retornando  para o meio ambiente.

A caixa ecológica, exclusiva do Jornal Ibiá, foi desenvolvida após um longo período de pesquisas e adaptações, e agora já faz parte da rotina dos leitores. Desde que as unidades começaram a ser distribuídas, já foram instaladas mais de 1.200 caixas entre os assinantes, tanto na zona urbana como no interior de Montenegro e ainda em outras cidades da área de circulação. Graças à iniciativa, já registramos uma redução de 36,5% no consumo mensal das embalagens plásticas.

logo Projeto Olho D'Água
logo Projeto Olho D’Água

O projeto “Olho D’Água”, realizado em 2011, 2012, 2013 e 2014, teve como proposta levar a comunidade uma reflexão sobre a importância da água na vida de todos e os reflexos que a escassez deste bem pode provocar. As atividades visam proporcionar uma conscientização para o uso adequado desse recurso, bem como o papel da sociedade na preservação ambiental. Por meio de diversas ações, o projeto fomenta atitudes pró-ativas neste sentido.

Algumas ações desenvolvidas pelo Projeto:

  • Concurso de slogans, enfocando a preservação da água.
  • Caminhada pela preservação do Rio Caí.
  • Painel “Esgoto tratado é saúde”, para debater o sistema de tratamento do esgoto a ser implantado na cidade pela Corsan.
  • Mini-oficinas “Não desperdice”, com dicas sobre o consumo de produtos orgânicos e de higiene dos alimentos.
  • Certificado Eu Preservo, para os trabalhos que abordaram temas relacionados à preservação da fauna e da flora na Expotec, feira técnica da Escola Estadual de Ensino Médio São João Batista.
  • Seminário “Nós preservamos”, com a apresentação de cases de empresas e entidades que já adotam práticas ambientalmente corretas
  • Viva Criança/Viva Água, evento realizado no Parque Centenário, no Dia da Criança, contando com a estrutura do projeto Viva Bairro e atividades extras de conscientização ambiental.
  • Concurso de Fotografias “O Rio em minha vida”, envolvendo a comunidade e os estudantes de ensino fundamental e médio.
  • Oficinas “Água, alimento e saúde”, ministradas por técnicos da Ecocitros em várias escolas municipais.
  • Seminário “Políticas ambientais”, com a presença dos candidatos a prefeito de Montenegro.
  • Concurso de Redação “Terra, planeta água”, envolvendo a comunidade e os estudantes de ensino fundamental e médio.
  • Caderno especial, Viva Rio, publicado no dia do meio ambiente.
  • Passeio Ciclístico Viva Rio Caí, saindo na Praça Rui Barbosa, circulando no trajeto do rio.

    Caminhada do Projeto Olho D'Água
    Caminhada do Projeto Olho D’Água

O Jornal Ibiá é o principal veículo de comunicação de Montenegro e da região do Vale do Caí. Tem a circulação média de 4.500 exemplares por dia e um público leitor de quase 30.000 pessoas.

Circulação: de Segunda a Sexta-Feira

Abrangência: Montenegro, Brochier, Marata, Pareci Novo, São José do Sul, Salvador do Sul, São Pedro da Serra, Capela de Santana e demais municípios do Vale do Caí.

A maior abrangência está em Montenegro, município distante 55 Km de Porto Alegre.

O Jornal Ibiá é um dos mais respeitados diários do interior do Estado. Com circulação ininterrupta há 35 anos, sua vocação histórica é a cobertura regional, focada em um jornalismo comunitário e participativo. As principais lutas da cidade e região tem no Ibiá seu grande defensor. É uma história construída nos conceitos de credibilidade, pluralidade e independência econômica/política.

A cobertura de notícias do Ibiá é essencialmente regional. Nas suas páginas, entretanto, também estão os temas estaduais e nacionais.

Todas as semanas, o Ibiá edita cadernos segmentados:
Ibiá Mais – Ibiá Motores  – Classificados –  Ibiá Saúde

Também são produzidos periodicamente suplementos especiais para eventos, datas comemorativas e empresariais.

Perfil do Mercado

Montenegro:

– 63.551 habitantes (Projeção IBGE p/ 2016)
– 46.368 eleitores (2016)
– 21º do RS no Retorno do ICMS
– Renda Per Capita – R$ 41998,90 (2013)

PIB: R$ 2.624.259.126,00  (2013)

Outros Municípios:
– Brochier, Maratá, Pareci Novo, São José do Sul, São Pedro da Serra,  Salvador do Sul  e Capela de Santa
Total de habitantes: 36.029

Obs: População estimada pelo IBGE/2016

 Jornal Ibiá:
PROPRIEDADE DA EMPRESA JORNALÍSTICA IBIÁ LTDA.

Data de fundação: 16 de março de 1983 – Reg. CRE 279 Fls 96
Diretoria: Mara Rúbia Flôres e Maria Luiza Szulczewski
Redação na rua dos Plátanos, 20 – Montenegro/RS – CEP: 95.780-000 – Fone: 3649.8600

Instalada em sede própria, com 1.000m² de área, no centro das cidade de Montenegro

Impressão própria: Gráfica instalada, com planta Rotativa, em área de 250m2 no bairro Germano Henke

Site: www.jornalibia.com.br
www.facebook.com/jornalibia
Dias de circulação: segundas a sextas
Tiragem: 4.500/5000 exemplares
Representantes

Sucursal em Porto Alegre
GRUPO DE JORNAIS DO INTERIOR
Rua Garibaldi, 659 – Conj. 102 / Fone (51)3221-3290
Porto Alegre – RS

Brasília
CENTRAL DE COMUNICAÇÃO
SCS Setor Comercial Sul – Qd 02 – Bl. C – Sala 318
Ed. Anhanguera – BRASÍLIA / DF – CEP 70315-900
Fone/Fax (61)323-4701 / 4665 e (61) 99841332

  • Entrar / Cadastrar