O caso aconteceu na Vila de Oymyakon, um dos lugares habitados mais frios do planeta. O termômetro só conseguia medir a temperatura até 50 graus negativos. O recorde histórico do local foi registrado em 2013, quando foram marcados -71°C.

Em Yakutia, as crianças e jovens ficaram sem aulas após a temperatura chegar a -67°C. Nas imagens, publicadas em redes sociais, é possível ver as pessoas com as pestanas congeladas e os termômetros que partiram com o frio.

Dois homens morreram congelados no fim de semana. O governo de Yakutia informou que todas as casas e estabelecimentos têm aquecimento central. Nas redes sociais, o fato repercute no mundo todo.

Deixe seu comentário