Tardes de campo são uma das atividades propostas pelo grupo e atraem bom público entre agricultores. foto: Tiago Bald/Emater

G-Fruit. Grupo é formado por representantes da Emater e promove atividades

Estruturar o planejamento das atividades da Emater-RS/Ascar na área da fruticultura e executá-lo através de atividades regionais ou no município é o objetivo do G-Fruit. O grupo é formado por representantes de escritórios municipais da Emater no Vale do Caí, supervisores, assistentes técnicos eegionais (ATRs) e gerência regional da entidade e debate sobre os principais problemas da fruticultura na região. O desenvolvimento de atividades para solucionar esses problemas também é pensado, sendo as soluções apresentadas aos produtores rurais através de seminários ou dias de campo.

Bonine é o coordenador do G-Fruit
CRÉDITO: Arquivo/Jornal Ibiá

Coordenador do G-Fruit, o ATR de Sistema de Produção Vegetal do escritório regional de Lajeado, Derli Paulo Bonine, diz que este tipo de grupo é fundamental para tornar as atividades da Emater mais efetivas. “No planejamento, se procura determinar o foco das atividades, evitando dispersão e obtendo resultados mais eficazes”, detalha. Segundo Bonine, os encontros do grupo ocorrem a cada dois meses.

De acordo com o ATR, as ações do G-Fruit se mostram efetivas porque os problemas das atividades agrícolas são semelhantes nas cidades do Vale do Caí. “Por exemplo, o intenso ataque da mosca-das-frutas ocorre em todos os municípios e prejudica diversas espécies frutíferas, não apenas os citros, mas a goaibeira, o maracujazeiro doce, o pessegueiro e diversas outras”, aponta. Bonine salienta que ações municipais possuem abrangência limitada, por isso o grupo faz eventos regionais. “Isso otimiza os recursos humanos da Emater e consegue abranger um número maior de fruticultores”, afirma.

Um exemplo de ação promovida pelo G-Fruit é a tarde de campo sobre agrofloresta realizada em Brochier recentemente, que tinha o objetivo de divulgar o manejo e os benefícios de um sistema que integra o pomar de citros com o cultivo do cinamomo. Bonine cita ainda o Ciclo de Palestras sobre Citricultura que acontece nos dias 7 e 8 de junho em São Sebastião do Caí e que conta com apoio do grupo.

Deixe seu comentário