Ideia do produtor integrado é, em até dois anos, transformar aviários convencionais nos de modelo Dark foto: Arquivo Pessoal/Carlos Roberto Reidel

Investimento. Integrado irá construir quatro aviários tidos como modelo ideal

Buscando um melhor desempenho na produção de seus aviários, o agricultor integrado Carlos Roberto Reidel, 42 anos, resolveu investir num modal de aviários Dark em sua propriedade, em São Pedro do Maratá. O empreendimento será o primeiro do seu estilo no Vale do Caí e poderá gerar aproximadamente R$ 6 milhões por ano de receita ao município. Atualmente, o processo de implantação do sistema está na terraplanagem, que tem o apoio da Prefeitura e deve durar dois meses.

Conforme o técnico de expansão da JBS, Matheus de Oliveira Gomes, esta será a primeira vez que um modal completo será instalado no Vale do Caí. Ele explica que este nome é dado a um modo de produção considerado o ideal pela empresa. “Existem produtores que trabalham com meio modal ou um único”, ressalta, destacando que o modal completo é formado por quatro aviários Dark.

Gomes reforça que os aviários Dark proporcionam um ganho maior de peso nos animais em um menor tempo de produção. Conforme o técnico, a produção de aves de corte no sistema Dark se dá em um ambiente climatizado que, no início, conta com pouca claridade, que vai diminuindo conforme o crescimento do frango. “Com isso, não há muito movimento da ave e ela não se machuca. Além de permitir uma produção mais parelha”, destaca.

Os aviários em construção medem 165 por 18 metros, sendo que cada um pode abrigar até 60 mil aves. “Já tenho seis aviários convencionais e um Dark.

Além da tecnologia, o Dark tem um desempenho melhor na qualidade e na conversão alimentar, o que acaba em maior remuneração”, destaca Carlos. Ele salienta ainda que o trabalho do dia a dia também acaba sendo mais tranquilo para os produtores, já que o aviário se mantém na temperatura desejada em razão da climatização.

A ideia do produtor é, nos próximos dois anos, transformar seus aviários tradicionais em Dark. “Os convencionais podem ser adaptados. Hoje os modelos são maiores, mas mesmo você adaptando sem aumentá-lo, cabe mais frango por metro quadrado”, comenta.

Contrato entre as partes já foi assinado. Obras de terraplanagem devem demorar dois meses foto: Divulgação/P.M. de Maratá

Deixe seu comentário