Escola Agricola = Contato dos estudantes com processos do campo é fundamental no aprendizado. Foto: Secretaria de Estado da Agricultura

A convergência de ações de diferentes secretarias de Estado e instituições setoriais embasará a formulação de um programa de Estado para as escolas técnicas agrícolas do Rio Grande do Sul. Um grupo de trabalho já começou a discutir o desenvolvimento de objetivos para aprimorar as instituições, garantir a infraestrutura e o apoio para a formação dos seus estudantes. O grupo terá reuniões mensais até formatar uma proposta única de política estadual.

É consenso o desafio de melhorar as instalações dos educandários. Também foi classificado como primordial incentivar e apoiar as agroindústrias dentro das escolas técnicas. Esses mecanismos servirão para estimular o aprendizado em toda a sua cadeia, finalizando com a comercialização nas feiras. O Estado vai colocar à disposição maquinário para a construção de tanques de piscicultura, assim como contratar profissionais técnico-científicos (agrônomos, veterinários, técnico agrícolas), ampliando o quadro de professores.
Outro desafio é aproximar escolas e assistência técnica de extensão rural social da Emater, permitindo o desenvolvimento da parte produtiva e atividades extracurriculares. Também foram discutidas as capacitações de professores para boas práticas de fabricação.

Deixe seu comentário