Quem sair de Montenegro em direção a Santa Maria, por exemplo, segue pela rodovia e passa por cima do viaduto no trajeto urbano do município . Foto: Drone-Bruno Pedry/Gazeta do Sul

Obras separam o intenso fluxo urbano do tráfego que circula pela RSC-287

O tráfego no viaduto, junto ao trevo Fritz e Frida, em Santa Cruz do Sul, na travessia urbana da RSC-287, está liberado. O investimento, de cerca de R$ 27 milhões, torna o fluxo mais tranquilo e seguro, pois separa o trânsito local, que passou a ser por baixo do viaduto, do tráfego principal da rodovia.

já para entrar em Santa Cruz do Sul, o motorista deve usar as alças laterais e contornar a rótula em baixo do viaduto. Foto: Lula Helfer/Gazeta do Sul

As intervenções reorganizam o tráfego, conferindo segurança e fluidez a quem acessa o município ou segue viagem pela rodovia em direção ao centro do Estado. Desta forma, quem sair de Montenegro para ir em direção a Santa Maria, por exemplo, segue pela RSC-287 por cima do viaduto. Se a intenção é entrar em Santa Cruz do Sul, deve contornar a rótula que está instalada embaixo do viaduto, acessando pelas alças laterais.

Conforme a Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), as obras incluem a duplicação de pouco mais de quatro quilômetros, entre a Linha Pinheiral, até a interseção de acesso pela Avenida Melvin Jones, e dois pontos de retornos. O prazo de entrega das obras era nesta segunda-feira, dia 30, mas o trânsito foi liberado no sábado. A inauguração oficial ainda não foi marcada, e deverá ter a presença do governador José Ivo Sartori.

O contrato com o consórcio responsável pelas obras, o Ebrax-Iccila, foi prorrogado até junho. Até lá serão feitos os ajustes de pinturas e revisão de serviços. As obras foram iniciadas em dezembro de 2014. O custo estimado era de R$ 22 milhões, mas com os aditivos no contrato a conta aumentou para R$ 27,5 milhões.

Saiba mais
A obra do viaduto é de concreto, tem 60 metros de comprimento e 20 metros de largura, com pista dupla e acostamento. Embaixo há uma rótula que permite retorno e acesso a Santa Cruz do Sul. O vão sob o viaduto tem 5,5m, atendendo ao Código de Trânsito Brasileiro. Há passagem de pedestres com faixa de segurança sob o viaduto.

Deixe seu comentário