A Polícia Civil de Montenegro aderiu à greve da categoria em razão do parcelamento dos salários dos servidores. Na tarde dessa segunda-feira, foi afixado na Delegacia de Polícia de Pronto-atendimento (DPPA) um cartaz informando sobre a paralisação.
Durante o movimento, que deve durar até o próximo dia 17 com a integralização dos pagamentos, serão atendidas apenas flagrantes e ocorrências graves, como homicídios, roubos e crimes envolvendo crianças e mulheres. Para outros registros, está disponível o site www.policiacivil.rs.gov.br.

Deixe seu comentário