Um idoso de 62 anos foi lesado em R$ 4 mil com o golpe do bilhete premiado. A Brigada Militar foi acionada para atender a ocorrência na agência da Caixa Econômica Federal de Montenegro. Segundo relato, o idoso mora em Taquari e foi deixado na cidade por um casal que supostamente iria lhe dar R$ 20 mil. O valor seria parte de um bilhete premiado, cujo valor total seria de mais de R$ 1 milhão. A vítima foi abordada na rua, em Taquari, por uma idosa que dizia não saber como sacar a premiação.

A dupla convenceu o idoso a fazer o primeiro saque no banco em Taquari e afirmavam que iriam a Santa Cruz do Sul buscar o dinheiro. Em um segundo momento, disseram que o prêmio estava em Montenegro, foi quando a vítima suspeitou que pudesse ser um golpe. A dupla fugiu com o cartão bancário da vítima e mais o dinheiro, dado como garantia de que ele tinha nome limpo e poderia ajudar a sacar o prêmio. Os brigadianos solicitaram à gerência o cancelamento do cartão. O idoso tinha R$ 42 mil de saldo na conta. A vítima afirma que não entregou sua senha. No fim da tarde, os agentes da DPPA fizeram boletim de ocorrência e ligaram para os familiares em Taquari informando o paradeiro do idoso.

Deixe seu comentário