O delegado Eduardo Azeredo é titular da Delegacia de Brochier. Foto: arquivo Ibiá

A Polícia Civil cumpriu dois mandados de busca, um deles resultou no recolhimento de entorpecentes

Um homem e uma mulher, proprietários de uma “casa noturna”, localizada às margens da ERS-287, em Montenegro, foram presos em flagrante acusados pelo crime de tráfico de drogas. Uma funcionária do local também acabou presa na ação policial. As mulheres presas têm as iniciais: M.S.C, 58 anos, e S.L.B.R, 39 anos; e o homem J.C.S, 40 anos.

As prisões ocorreram durante o cumprimento de mandados de busca e apreensão, coordenados pela Delegacia de Polícia Civil de Brochier. De acordo com o delegado titular da DP, Eduardo Azeredo Coitinho, a operação faz parte de uma investigação que começou com o monitoramento de consumidores de drogas no município. Os usuários compram a droga de fornecedores de Montenegro.

O cumprimento dos mandados começou a ser executado por volta das 15h dessa quarta-feira,11. Foram realizadas duas averiguações, em pontos distintos da cidade. A primeira ocorreu na casa de um indivíduo que já está preso. A PC não encontrou nada na residência localizada no Morro Bela Vista.

Ao dar andamento ao trabalho, os policiais chegaram na boate no momento em que uma usuária tentava comprar drogas. A mulher relatou que todas as semanas vai até o local para buscar entorpecentes. Seu testemunho serviu para reforçar a acusação sobre a comercialização de tóxicos na boate.

Ao revistar o local, foram encontradas apreendidos RS 312,00, 3,2 gramas de cocaína e 23 gramas de maconha. Conforme o delegado, os nomes dos envolvidos não podem ser divulgados.

Deixe seu comentário