Aberto em Montenegro neste primeiro semestre de 2018, o curso de Psicologia da Unisc começa a impactar positivamente na rede pública de saúde e de educação. Por iniciativa da instituição, a comunidade montenegrina iniciará um debate sistemático acerca de dependência química e suas interfaces com os espaços de ensino e a saúde mental das pessoas. O primeiro evento está confirmado para o dia 9 de julho, às 18h30min, no miniauditório do campus montenegrino. Além de aberta a toda a comunidade, a atividade não tem nenhum custo e não exige inscrição prévia.

O mote do evento é “Da pedagogia do medo à educação para a autonomia: construindo um fórum permanente sobre drogas, saúde e educação”. A coordenadora do campus local, Caroline Kothe, diz que a reunião é dirigida a profissionais da educação e a demais interessados no tema. “Inicialmente, propõe-se uma roda de conversa sobre os modos como a sociedade vem pensando as ações de prevenção ao uso de drogas”, comenta.
Essa discussão, que será mediada pelo professor Moisés Romanini, não é apenas uma realização do curso de Psicologia, mas também do projeto de extensão “Encontros Dialógicos sobre Drogas, Saúde e Educação na Comunidade de Montenegro”. Segundo o educador, neste primeiro evento será proposta a criação de um espaço mensal de escuta, apoio e discussão sobre projetos em instituições educacionais sobre prevenção ao uso de drogas e questões relativas à saúde mental de estudantes e professores.

Deixe seu comentário