Desafio de Robótica na Indústria, em Brasília, conta com participação de equipe da Escola do Sesi de Montenegro, que espera obter bom resultado. Foto: Cristiano Costa/FIBRA

Escola do Sesi. Equipe desenvolve robôs para executar missões que simulam processos industriais. Evento também possibilita troca de experiências

Alunos da Escola de Ensino Médio do Sesi de Montenegro, Willian Cristiano de Mello, Natan Henrique de Souza, Guilherme Augusto Tolfo e Gustavo Martins da Mota, mais o professor João José Cunha da Silva, estão em Brasília desde esta quinta, dia 5, para participar do Desafio de Robótica na Indústria. Trata-se de um evento demonstrativo organizado pelo Sesi, que reúne 240 alunos organizados em 48 equipes de estudantes de 14 a 17 anos. A disputa ocorre paralelamente à Olimpíada do Conhecimento e à Mostra Inova.

Durante as provas, os alunos desenvolverão robôs para executar missões de forma autônoma em uma arena compartilhada, simulando processos de oito segmentos industriais: mineração, panificação, frigorífico, construção civil, máquinas e equipamentos, celulose e papel, veículos automotores e têxtil. Algumas habilidades serão essenciais, como programação na linguagem adequada ao controlador escolhido (Arduino, Lego ou outros), e a construção de robôs capazes de realizar diversas tarefas.

O desafio é um jogo para robôs de diferentes plataformas de hardware. Essas máquinas, construídas pelos próprios estudantes, vão atuar de maneira autônoma (programada) em um período do jogo, e controlada em outros momentos. O Sesi do Rio Grande do Sul participa do desafio com três equipes. Além da Líbrio, de Montenegro, há a Sesi Sapucaia do Sul (Escola Sesi de Sapucaia do Sul) e Amigos do Bloco 47, da Escola Sesi de Gravataí.
A Olimpíada do Conhecimento, promovida pelo Senai e pelo Sesi, vai mostrar inovações que prometem melhorar a qualidade de vida nos centros urbanos e revolucionar a educação. Realizado em uma área de 25 mil metros quadrados, no Centro Internacional de Convenções, em Brasília, o evento deve atrair cerca de 40 mil pessoas entre representantes de empresas, do governo e estudantes.

Saiba mais
No caso da missão em veículos automotores, por exemplo, os robôs têm de cumprir uma tarefa que simula a linha de produção para a montagem final do veículo. Eles terão de colocar algumas peças em uma esteira em funcionamento. Cada peça levada à linha de produção vai contar pontos para a equipe. Tudo é feito de maneira lúdica na mesma mesa da competição onde ocorrem as outras missões.

Mostras Inova e de Ciências e Engenharia ao mesmo tempo
Realizada com a Olimpíada do Conhecimento, a Mostra Inova trará 61 negócios inovadores desenvolvidos por equipes do Senai e do Sesi de 13 estados brasileiros. As propostas foram escolhidas após análise de 310 inscritos. O Rio Grande do Sul participa com três projetos, sendo dois do Senai-RS e um do Sesi-RS. Os trabalhos selecionados estão distribuídos em duas categorias: produto inovador e processo inovador.

O Sesi gaúcho está também com dois trabalhos na Mostra de Ciências e Engenharia, na qual 48 equipes de estudantes do Sesi e do Senai apresentam projetos de inovação científica e tecnológica para solucionar problemas reais. Eles serão avaliados por uma equipe de especialistas da Universidade de São Paulo.

Os estudantes participantes receberão orientações técnicas para melhoria dos processos, fortalecendo a cultura científica da inovação e do empreendedorismo.

Deixe seu comentário