CPM, direção e comunidade fizeram mutirão para construir a horta no pátio da EMEI, na manhã de sábado foto: Divulgação/Escola Santo Antônio

Uma educação de qualidade depende apenas do poder público? A comunidade escolar EMEI Santo Antônio prova que não. A pedido da direção e do CPM, pais e educadores se uniram, na manhã de sábado, para fazer canteiros no pátio da instituição. “Já fazíamos trabalhos com horta, mas as crianças queriam mais espaço. Pediam para plantar um monte de coisas, mas nossos canteiros eram pequenos demais”, conta a diretora, Alini Motta dos Santos Gonçalves.

Faltavam recursos e mão de obra. Aí o CPM abraçou a ideia. “Quando os professores sugeriram cercar o espaço e fazer horta, achamos uma bela saída.

Era aproveitar um espaço inútil e ainda trazer mais segurança para a pracinha”, conta João Vitor Santos, presidente do CPM e pai de al. Segundo ele, o grupo deseja “fazer muito mais e transformar a Emei numa escola sustentável”.

Deixe seu comentário