A ESCOLA MUNICIPAL José Pedro Steigleder, por exemplo, abre em 2018, mais uma turma de sétimo ano. FOTO: SMEC/Divulgação

As aulas da rede municipal de ensino vão começar no dia 21 de fevereiro e há novidades na oferta de turmas. A EMEF Esperança, no bairro Senai, abriu dois sextos anos; a EMEF José Pedro Steigleder abriu um sétimo ano; e a EMEF Profª Maria Josepha de Oliveira, de Porto dos Pereira, abriu um sexto e um sétimo anos. As mudanças chegam para resolver alguns problemas verificados na distribuição dos alunos.

No caso da EMEF Esperança, explica a secretária municipal de Educação e Cultura, Rita Carneiro Fleck, a decisão se deu pelo fato de que muitos alunos da região – vindos até do bairro Estação – acabavam tendo que optar pela EMEF José Pedro Steigleder, que já não tinha mais espaço. “Daí a gente abriu estes dois novos sextos anos, para 50 crianças. E, em contrapartida, a José Pedro conseguiu abrir mais um sétimo ano lá”, conta Rita. Mesmo assim, ainda há lista de espera na instituição.

A mudança na EMEF Profª Maria Josepha de Oliveira ocorreu por razão similar. Acontece que, sem oferta de anos finais do Ensino Fundamental nas escolas da área rural, os alunos saíam da Maria Josepha, da EMEF Carlos Frederico Schubert e da EMEF Dona Clara Camarão e iam, em sua maioria, para a EMEF Dr. Walter Belian. Ali, além de também lotarem a instituição, que se via apertada com a demanda, acabavam tendo dificuldades de adaptação.

“Essas crianças saíam de uma escola do campo, iam para a Walter Belian e, muitas vezes, se perdiam naquele contexto. Então elas chegavam e muitas, estatisticamente, acabavam não tendo o sucesso escolar que poderiam ter, por não se sentirem acolhidas ou pelo universo ser muito grande para elas. Então, a gente teve essa opção de colocar os anos finais em uma escola do campo, aqui nessa região de Porto dos Pereira, abrindo o sexto e o sétimo ano ali”, explica a secretária. O ano letivo de 2018 vai até o dia 18 de dezembro.

Deixe seu comentário