Nova Sorrifácil implantes já esta atendendo no Centro de Montenegro

Montenegro já pode contar com uma nova clínica dentária, com atuação de profissionais especializados nos mais avançados serviços odontológicos e alto investimento tecnológico. É a Sorrifácil Implantes, cuja inauguração ocorrerá no dia 23, às 19hs, para convidados e, também, à comunidade em geral que queira conhecer o novo espaço, localizado na rua Capitão Porfírio, número 1832.

O mais novo empreendimento da cidade é coordenado pela sócia da clínica e cirurgiã-dentista Helena Momesso. Ela, que já atua em Montenegro há cinco anos, data da chegada da primeira unidade da rede na cidade, destaca que a clínica já em operação segue normalmente. “Aqui teremos uma estrutura diferenciada. Uma nova abrangência de público. A Sorrifácil Implantes oferecerá o que há de mais moderno aos seus pacientes, com tecnologia de ponta desde o diagnóstico até o tratamento”, destaca Helena.

Atuando na área odontológica há 8 anos, Helena se diz uma apaixonada pela profissão. “Há tanto a se fazer em odontologia. Tanta gente com a necessidade de um tratamento dentário. Odondo é saúde, e a possibilidade de se alimentar bem e é, também, autoestima ao olhar-se no espelho e se gostar”, enfatiza.

A clínica é composta por seis consultórios e um centro cirúrgico. Além dos implantes, a clínica oferecerá todo tipo de serviço odontológico como tratamentos clínicos, de canal, aparelhos ortodônticos, profilaxia, restaurações, retirada de sisos e dentes inclusos. E, ainda, a parte de harmonização facial, que inclui a aplicação de botox e ácido hialurônico na face e no pescoço para fins estéticos, área na qual os dentistas atuam há cerca de dois anos.

Já é possível a marcação de consultas pelo telefone 3632-1412. Além do atendimento particular, a Sorrifácil Implantes atuará com parcerias junto de empresas. Outra comodidade à qual os pacientes poderão usufruir é a do estacionamento privado. Confira mais alguns detalhes da Sorrifácil Implantes:

Sócia da clínica, a cirurgiã-dentista
Helena Momesso é a responsável pela Sorrifácil Implantes

Jornal Ibiá: A Sorrifácil Implantes inaugura com uma proposta de atendimento de alta tecnologia. No que isso alcança diretamente o paciente?
Helena Momesso: Desde o momento em que o paciente chega. Já para o diagnóstico nós disponibilizamos o Raio X Panorâmico, que será feito por todos os pacientes. Ele oferece a visão de toda a arcada dentária e seios maxilares. Assim o dentista tem uma base concreta para o diagnóstico do paciente e o tratamento ideal. Além disso, com a câmera intra-oral e um monitor o paciente poderá observar junto com o dentista o problema e ter todas as informações do tratamento.

JI: Qualquer pessoa que utiliza uma prótese dentária pode colocar um implante?
HM: Tem de haver uma análise de cada caso. Em geral, sim. Mesmo que em alguns casos seja necessário um procedimento anterior. Por exemplo, há casos que a falta de densidade óssea impede a colocação da prótese. Então, antes de colocá-la, realizamos um enxerto ósseo. Na grande maioria dos casos é possível realizar o implante.

JI: Quais os tipos de implantes disponíveis?
HM: Vários. Desde aqueles individuais, quando a pessoa tem a perda de um ou alguns poucos dentes. Aí é colocado um pino apenas. Mas em alguns casos é necessário o implante completo, da arcada inferior, da superior ou de ambas. Nesse caso, há dois tipos. O Implante Overdenture, com dois pinos apenas, com um encaixe e que precisa ser retirado diariamente para higienização é um deles. Esse é disponível apenas para a parte inferior da boca. A alternativa é o chamado Implante Protocolo, fixo, ele não exige higienização diferente da escovação comum e pode ser utilizado nas arcadas inferior e superior.

JI: Implante dói? E exige período de recuperação?
HM: Aqui na sorrifácil implante não dói. Nosso médico anestesista realiza a sedação consciente eliminando toda a dor e desconforto durante o procedimento cirúrgico.Alguns cuidados são necessários na recuperação como não ingerir nada quente nos três primeiros dias. E, por uma semana não praticar atividade física porque isso aumenta a circulação sanguínea na cabeça.

JI: O paciente deixa a clínica no mesmo dia com o sorriso já renovado?
HM: Sim. Até por uma questão de autoestima do paciente, consideramos importante que ele não saia da clínica com a falha dentária aparente. Claro que isso depende de cada caso. O implante é, na realidade, a colocação de um parafuso no osso. Ele terá de se osteo-integrar, ou seja, fixar bem. Sempre que possível já colocamos um dente provisório. Quando não, um outro modelo, que encaixa. Mas ele nunca sai da clínica sem o dente.

Deixe seu comentário