A BioC é uma central de compostagem, situada na estrada Marcírio de Souza Carpes, próximo à RS 124, em Montenegro. É especializada na transformação de resíduos orgânicos em adubo, através do processo de compostagem aeróbico em escala industrial. Cada indivíduo, especialmente nos grandes centros urbanos, ao consumir produtos industrializados, colabora indiretamente para a geração de resíduos, que, sem o tratamento adequado, se transformam em lixo.

A compostagem é um processo de transformação de restos orgânicos, que ocorre no ambiente de forma natural. Neste processo, microrganismos sob condições ideais de umidade, oxigênio e nutrientes, digerem a matéria orgânica, transformando-a em adubo. Na central de compostagem da BioC, este processo é feito em larga escala, acelerado pela mistura dos diferentes resíduos e pelo constante revolvimento das leiras de composto, proporcionando oxigênio para os microrganismos se desenvolverem.

Os nutrientes contidos nos restos orgânicos, após passarem pelo processo, ficam novamente disponíveis para as plantas a serem adubadas com o composto. Tornam o produto um excelente reestruturador de solos degradados e fonte de nutrientes para produção de alimentos saudáveis, jardinagem, silvicultura, reflorestamento, pastagens, etc.

A BioC processa até 13.000 toneladas/mês de resíduos, dos quais se destacam, principalmente: resíduos de frigoríficos e matadouros, produção de conservas e embutidos, da fabricação de sucos e óleos essenciais, restos de poda, indústria de laticínios, restos da indústria madeireira, cinza da queima de biomassa, entre outros.
Em síntese, é lixo que recebe o destino correto, deixa de ser um problema ambiental e social, voltando para a natureza, fechando um ciclo natural e colaborando para o futuro sustentável do planeta.

Compartilhar

Deixe seu comentário