Em meio às notícias do salvamento dos 12 meninos e o técnico de futebol, em uma caverna de Chiang Rai, no norte da Tailândia, diversos vídeos circularam nas redes sociais e em aplicativos de mensagens. Nas imagens, mergulhadores carregavam macas supostamente com os meninos.

vídeo compartilhado por milhares de pessoas foi feito em 2010, na França. Foto: Reprodução da Internet

Algo chamou a atenção de muita gente que viu as cenas compartilhadas por milhares de pessoas: a água de cor cristalina. Os meninos estavam em uma caverna inundada por fortes chuvas, com a água turva. Além disso, em algumas postagens, a legenda afirmava que os garotos estavam sedados. No entanto, eles receberam ansiolíticos (calmantes) antes de serem levados à superfície, conforme autoridades tailandesas.

Circula, ainda, um desenho do minissubmarino criado pelo bilionário Elon Musk, fundador da Tesla. Porém, o minissubmarino de Musk é bem diferente da maca do vídeo viralizado e não foi usada na operação de resgate. Não faria sentido, também, uma maca tão grande ser usada em um local com trechos extremamente estreitos como a caverna tailandesa, ainda mais se tratando do resgate de crianças.

Desenho, que também faz parte das postagens, é bem diferente da maca utilizada no vídeo falso

Tudo não passa de mais uma mentira inventada nas redes sociais, as chamadas “fake news” (notícias falsas). As imagens foram gravadas na França, e estão disponíveis no YouTube desde 2010, com mais de 1 milhão de visualizações. São mergulhadores franceses que realizaram um treinamento de resgate.

Por isso, todos devem ficar atentos e ter um senso mais crítico ao compartilhar imagens e postagens que podem parecer verdadeiras, mas na verdade não são. Observar detalhes e verificar a origem da informação é uma alternativa para evitar fake news.

Deixe seu comentário