Em função das obras, o trânsito está sendo desviado pelas ruas laterais da ERS-240

A construtora Sultepa retomou ontem as obras de reconstrução da ERS-240, no trecho com cerca de 250 metros de extensão, desde a rotatória com as ruas Reinaldo Hörlle e Intendente Augusto Jaeger Filho até a interseção com BR-470, RSC-287 e rua Buarque de Macedo (toda a frente da concessionária Comauto e do posto de combustíveis). Com o auxílio de retroescavadeiras, as equipes estão removendo todo o asfalto, inclusive as camadas de base e de sub-base do pavimento.

Devido à presença de operários, máquinas e caminhões, o trânsito é desviado pelas vias laterais, tanto no sentido capital-interior quanto na direção oposta. Há placas informando sobre as mudanças, mas no período da noite não há nenhum dispositivo de iluminação que alerte para o bloqueio da via, o que eleva os riscos de acidente. A iluminação pública no trecho, assim como ocorre em outros trechos da ERS-240 e da RSC-287, é muito precária.

Contratados pela Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), os reparos fazem parte de um pacote de serviços que visa reestruturar o pavimento da ERS-240, desde o quilômetro zero, que fica no bairro Scharlau, em São Leopoldo, junto à BR-116, e o quilômetro 34, em Montenegro, onde inicia a RSC-287. O investimento no contrato supera R$ 6 milhões — dinheiro oriundo da praça de pedágio de Portão.

Compartilhar

Deixe seu comentário