Árvores plantadas na beira do arroio São Miguel ajudarão a conter erosões no curso d’água e atuarão na recuperação do ecossistema. FOTO:ARQUIVO/JORNAL IBIÁ

Anunciada pelo Jornal Ibiá na edição de sexta-feira, dia 10, o repasse de mais de três mil mudas de árvores nativas ao município, por parte da empresa Fujikura, será destinado às margens do Arroio São Miguel. O projeto de plantação começa no leito do curso d’água e passará por uma propriedade particular. Dentre os benefícios das árvores plantadas está o combate à erosão.

Secretário Municipal de Meio Ambiente, Adriano Chagas explica que o repasse é condicional. Como de praxe, a implantação da unidade fabril da empresa trouxe impactos ambientais, como a supressão de vegetação e a movimentação do solo, afetando o ecossistema. Dessa forma, uma imposição da Fepam – órgão estadual de fiscalização – colocou como condicionante a medida compensatória.

Além das mudas destinadas ao Arroio, outras 2 mil serão plantadas dentro da área do empreendimento. Dentre as espécies, destacam-se as árvores açoita cavalo, angico vermelho, araçá, butiá, figueira, quaresmeira, canela preta, guabiroba e cerejeira. Adriano destaca que, além de questões condicionais, é de interesse da Administração Municipal o incentivo de parcerias público-privadas em prol do desenvolvimento do município. A direção da Fujikura esteve falando das tratativas com o prefeito na última quinta-feira.

Deixe seu comentário