Inter, treino, Pottker, Roger, temporada, futebol
Inter iniciou a pré-temporada nesta terça-feira, mas elenco ainda não está fechado

Incertezas. Airton Kerber analisa contratações e escolhas da direção colorada

A temporada 2018 do Inter iniciou já em novembro passado, com a contratação do atacante Roger e a efetivação de Odair Hellmann como técnico para este ano. O clube começou a pensar no novo ano com uma considerável antecedência, no entanto, vem agindo em marcha lenta na formação do elenco. A demora para anunciar reforços tem deixado o torcedor apreensivo, mesmo que os cofres vazios do clube impossibilitem qualquer contratação de lotar o aeroporto neste momento.

Inter, técnico, Odair Hellmann, temporada, time
Efetivado após a Série B, Odair Hellmann tem o apoio da torcida colorada

Apesar disso, cinco jogadores já foram contratados e pelo menos mais três devem ser anunciados. Todos chegam ao Beira-Rio com o mesmo propósito: preencher lacunas e dar mais opções para o técnico Odair Hellmann. Dos atletas já confirmados, apenas o lateral-direito Dudu deve ser titular no início da temporada. Prestes a ser anunciado, o atacante Wellington Silva deve brigar por uma posição no lado esquerdo de ataque com Camilo e Eduardo Sasha.

Roger chegou para fazer sombra a Leandro Damião na referência. Ruan foi contratado para ser alternativa na lateral, enquanto que Patrick e Gabriel Dias serão opções para os incontestáveis Rodrigo Dourado e Edenílson, que não tiveram substitutos à altura em 2017. A direção ainda busca no mercado um zagueiro (a negociação com Rodrigo Moledo se arrasta há meses) e um meio-campista de movimentação, que deve vir do mercado sul-americano.

Na tarde desta quinta-feira, o clube encaminhou um pré-contrato com o meia Martín Sarrafiore, 20 anos, que atua pelo Huracán-ARG. O jogador argentino chamou a atenção da cúpula colorada pelo desempenho destacado na Copa RS Internacional Sub-20, realizada em dezembro, no Rio Grande do Sul.
Além do negócio por Rodrigo Moledo, outra transação que já virou novela é com o volante Rithely, do Sport. O atleta já manifestou publicamente o interesse em defender o Inter neste ano, mas o clube pernambucano tem dificultado a saída do jogador. Ontem à noite, Rithely e seu empresário se reuniram com o Sport para tentarem a liberação. Uma definição deve acontecer nesta sexta-feira.

Não é só a demora para contratar novos jogadores que vem irritando a torcida. A permanência e o retorno de alguns atletas para o elenco principal também vêm tirando a paciência dos colorados. “Sasha, Paulão e Ernando precisam sair, pois não vão dar mais nenhuma contribuição. Há outros atletas que não podem ficar, caso contrário vão acabar jogando”, frisa o cônsul colorado em Montenegro, José Airton Kerber.

As contratações oficializadas até o momento não entusiasmam Airton, que entende a dificuldade financeira do clube. “Os cofres estão raspados e as contratações não empolgam. Podem até dar certo, mas são apostas. E esses novos reforços têm que jogar, pois os atletas que vinham atuando a gente já conhece”, salienta o cônsul.

Sem contratações de peso e com um treinador formado na casa, Airton não vê um 2018 de grandes conquistas para o colorado. “A expectativa é incerta no momento. Gostei da escolha do treinador, mas vamos ver se ele terá respaldo em caso de resultados negativos no início. Nos próximos dias, teremos uma amostra do que o Odair pensa. Que neste ano a direção construa uma boa base, para em 2019 buscarmos um título importante”, completa.

Deixe seu comentário