No dia 14 de setembro de 2017, às 2h35min da madrugada, Kadu Müller era oficialmente empossado prefeito de Montenegro. A Câmara havia acabado de cassar o mandato de Luiz Américo Aldana e convocava o vice, que já exercia o cargo interinamente por decisão judicial, a assumir definitivamente.

Um ano se passou, a comunidade está insatisfeita e cobra melhorias, como o fim dos buracos e a redução das filas na saúde. Kadu admite que está em dívida com a população e se defende, alegando falta de recursos. E nesta entrevista ao Ibiá, ele diz que, no próximo 14 de setembro, a situação de Montenegro estará muito melhor. Confira.

Deixe seu comentário