Alexandre Gomes foi uma das últimas pessoas a ver Taís e Maurício no dia em que ambos desapareceram

O casal de namorados Taís Querate, 20 anos, e Maurício Amorim, 33, estão desaparecidos desde o dia 21 de dezembro. Ambos foram vistos pela última vez saindo de um estacionamento no Centro de Montenegro. A polícia segue as investigações, mas até o momento o paradeiro de ambos ainda é uma incógnita.

Com isso, segue o desespero das famílias de Taís e Maurício. O casal saiu de casa, na localidade de Pesqueiro, interior de Montenegro, no final da tarde da quinta-feira que antecedeu o Natal e, desde então, não mais retornaram. O caso foi registrado e está sob investigação na 1ª Delegacia de Polícia de Montenegro. A mãe de Maurício, Diva Amorim, não quis aguardar apenas pela polícia e foi até um estacionamento onde o filho possui uma vaga alugada, na tentativa de descobrir alguma informação. Lá, soube que Maurício esteve no local no dia do desaparecimento, mas a descoberta não passou disso.

O proprietário do estacionamento, Alexandre Gomes, conta que não notou nada de estranho no comportamento dos jovens naquele dia. De acordo com ele, era comum Maurício ir ao estacionamento no final da tarde. Normalmente, Maurício deixava o veículo Celta e pegava sua caminhonete, fato que se repetiu naquele dia. Na ocasião, o casal chegou a conversar com a esposa de Alexandre e receber um panetone de presente.

Gomes só ficou sabendo do sumiço dos clientes quando foi procurado pela mãe de Maurício para saber se havia mais alguém junto a eles da última vez em que estiveram estacionamento. Após averiguar as imagens das câmeras de monitoramento, foi constatado que a dupla deixou o pátio sozinha.

Prestes há completar 20 dias desde o desaparecimento, a polícia segue as investigações, mas nenhum fato novo foi apresentado até agora. Enquanto isso, o veículo em que o casal saiu de casa continua na vaga destinada a Taís. Alexandre relata que a Polícia Civil pretende realizar perícia no veículo, com o intuito de apurar alguma prova sobre o caso.

Deixe seu comentário