Evento contou com um público de 500 pessoas, segundo organização. O tempo colaborou para a realização do desfile na manhã de domingo

Festa. Encontro das comunidades marcou o aniversário do município

Com seus pais, bebês também fizeram parte da festa

Os 22 anos de São José do Sul foram comemorados com programação especial durante todo esse domingo. O tempo colaborou e o encontro das comunidades reuniu cerca de 500 pessoas. Pela manhã, a rua Waldemar José Bohn, a principal do município com cerca de 2.300 habitantes, foi tomada por tratores, máquinas e caminhões, em um já tradicional desfile. A data de emancipação da cidade, território antes dividido entre Montenegro e Salvador do Sul, é dia 16 de abril, hoje, portanto.

Josiane e a filha Antônia

À tarde, após o almoço na Sociedade Botafogo, houve jogos rurais, futebol de potreiro, além de diversas apresentações artísticas e culturais. Participaram moradores de São José do Maratá, Dom Diogo Baixo, Linha Lerner, Linha Canavial, Centro, Linha Progresso e Linha Bonita. Também marcaram presença as instituições de ensino e empresas locais. A agricultura familiar e produtos orgânicos se destacaram no evento. Foram distribuídos, por exemplo, suculentos morangos ao público.

Durante o desfile, quando os veículos passavam, os presentes aplaudiam. O caminhão carregando papais, mamães e crianças da Creche Laranjinha empolgou o pessoal. A comerciante Josiane Lottermann, 32 anos, levou a pequena Antônia Lottermann Stein, de apenas 2 anos, para ver o desfile. “Acho muito importante ela participar. Acompanhamos como foi difícil se emancipar. O povo é muito melhor assistido em municípios pequenos”, defende. Ela é filha do ex-vereador por três mandados José Vendelino Lottermann, falecido recentemente.

Evani e Quirino sempre participam das comemorações da emancipação

Moradores da comunidade de Linha Progresso, o casal Quirino, 72, e Evani Thioialt, 70, não perde um encontro. “Acho muito bonito o evento. É uma honra participar da festa”, acredita Evani.

Em cima da carroceria de um pequeno trator, João Calsing, 35, assava e distribuía churrasco para os presentes. Ele costuma fazer isso todos os anos. “Gosto muito de participar da festa”, disse, em poucas palavras. Ele mora em Dom Diogo do Baixo.
Dirigindo um trator, o prefeito de São José do Sul, Silvio Inácio de Souza Kremer, abriu o desfile do Encontro das comunidades. O chefe do Executivo considera a independência do município como um marco na melhoria de áreas como Educação e Saúde. “A emancipação foi muito importante para o desenvolvimento da nossa cidade e suas localidades. Ficamos independentes e podemos prestar um serviço com mais rapidez para a população”, explica.

Deixe seu comentário