Está marcado para a próxima quarta-feira, dia 23 de maio, o julgamento de um recurso no Tribunal de Justiça do Estado que pretende colocar de volta no cargo o ex-prefeito Luiz Américo Aldana, cassado em setembro de ano passado pela Câmara.

Seus advogados alegam que a defesa foi prejudicada porque a comissão processante, presidida pelo vereador Erico Velten (PDT), não seguiu literalmente os ritos do processo. O advogado Vanir de Mattos cita o indeferimento de uma solicitação de acareação entre testemunhas, a nulidade de algumas convocações feitas a Aldana e o encerramento do processo sem que ele tenha tido a oportunidade de se manifestar.

Já a Câmara assegura que tudo foi feito tudo dentro da lei e que o ex-prefeito é quem procurou “se esconder” para dificultar os trabalhos da comissão. Legalmente, existe a possibilidade de o ex-prefeito retornar ao cargo.

Leia mais na coluna Cenário Político desta quinta-feira (17).

Deixe seu comentário