Encontros difundem novas metodologias de ensino que facilitam o processo de alfabetização. CRÉDITO: SMEC/Divulgação

Formação de educadores tem três meses de atividades através do Programa Nacional pela Alfabetização na Idade Certa

As professoras que atuam no bloco de alfabetização da rede municipal de ensino – dando aula para primeiros, segundos e terceiros anos do Ensino Fundamental – e as educadoras das turmas de Jardim B participam de uma capacitação dentro do Programa Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC). Os encontros ocorrem todas as terças-feiras, na Escola Cinco de Maio, no turno da noite. Eles ocorrerão até o dia 26 de junho.

“As aulas estão sendo muito proveitosas e as Formadoras (que conduzem a capacitação) estão desenvolvendo os conteúdos de uma forma prazerosa, o que está sendo evidenciado através da participação, comprometimento e interesse das cursistas.  Atividades como a “leitura deleite”, a “caderneta metacognição” e o “livro da vida” estão sendo desenvolvidas com êxito e causando encantamento pelas atividades”, resume Giane Campiol, coordenadora do PNAIC em Montenegro.

Iniciativa do governo federal – em compromisso com estados e municípios – o PNAIC busca assegurar, através de atividades e qualificações – como a que ocorre em Montenegro -, que todas as crianças estejam alfabetizadas até os seus oito anos de idade, ou seja, até o final do terceiro ano do Ensino Fundamental. O município, dentro da equipe municipal do Plano, conta com cinco Formadoras, que recebem capacitação na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e replicam os conteúdos aprendidos com as professoras em formação. Há participantes, na capacitação atual, de educadoras também da rede estadual.

Ao todo, são 150 cursistas. Em 30 de junho, terminados os encontros, ocorrerá um Seminário com o tema “Boas Práticas do PNAIC”, que apresentará alguns resultados obtidos e realizará reflexões. O grande objetivo da iniciativa é que as atividades desenvolvidas na capacitação – com diferentes metodologias de ensino – sejam replicadas, com os alunos, nas salas de aula montenegrinas, garantindo a alfabetização dos pequenos, para que eles saibam ler, escrever e conhecer os números.

Encontros desta semana abordam educação inclusiva
Na última terça, 5, a capacitação do PNAIC foi dividida em dois momentos. Na Escola Cinco de Maio – as professoras do Jardim B tiveram uma roda de conversa com a psicopedagoga Viviane Gonçalves Cruz. Ela falou sobre educação inclusiva e as dificuldades de aprendizagem das crianças que possuem algum tipo de deficiência.

Paralelamente, as demais participantes foram destacadas para um encontro no campus local da Unisc com as escritoras montenegrinas Tatiana do Espírito Santo e Marilise Griebeler. A capacitação foi voltada ao incentivo à territorialidade, levando às professoras a introduzirem em sala de aula noções de pertencimento ao município usando a produção literária.

Deixe seu comentário