De tempos em tempos, volta a circular nas redes sociais o boato sobre a “Grande Farsa” da Mega Sena. Essa mensagem nasceu em 2005 nos emails e agora é compartilhada pelo WhatsApp.

A corrente garante que “caiu a casa da Mega Sena” e que, “se você faz apostas, está sendo enganado”. A alegação é de que a Polícia Federal teria descoberto um grande esquema de corrupção nos sorteios, que “fraudavam o peso da bolinha, fazendo sempre dar os números que eles quisessem e botavam ‘laranjas’ para jogar em diferentes Estados”. Trata-se, no entanto, de uma informação mentirosa.

A Caixa já divulgou um extenso esclarecimento sobre como o sorteio é feito já em 2005, quando o boato surgiu. Segundo a estatal, eles são “conduzidos e validados formalmente por empregados da Caixa e por outras duas pessoas do público que atuam como auditores populares”. A respeito das bolas, protagonistas do fictício esquema de corrupção, a nota do banco afirma que “são de borracha maciça, numeradas e coloridas para facilitar a identificação, possuem o mesmo peso e diâmetro, características verificadas periodicamente pelo INMETRO”.

Deixe seu comentário