Ideia é que pessoas retirem uma obra para ler e no lugar coloquem outra. Foto: Prefeitura de São Sebastião do Caí

Uma ideia simples, barata e que coloca de forma democrática livros ao alcance de todos. Assim está sendo definida pela secretaria municipal de Educação, Cultura e Desporto (Smecd) a proposta do Ninho de Livros, que começou a ser implantada nesta semana em São Sebastião do Caí. Duas casinhas, semelhantes a casinhas de passarinho, com livros em seu interior, foram colocadas no Centro. Uma delas está na esquina da Biblioteca Pública Municipal, no encontro das ruas Marechal Deodoro da Fonseca e Pinheiro Machado, e outra está na Praça Cônego Edvino Puhl, em frente à Igreja Matriz.

O secretário de Educação, Cultura e Desporto, Elton Fernandes, explica que o projeto oferece livros de todos os tipos, que podem ser retirados por qualquer pessoa. “O ideal seria que pessoa pegasse o livro de sua preferência e deixasse outro, que já tenha lido, no lugar. Esperamos que isso ocorra com frequência para que sempre tenhamos um acervo renovado nos dois pontos iniciais da proposta”, afirma. Ele destaca que a intenção é estimular a leitura na comunidade. “Queremos fazer com que os livros circulem, ou voem, até as mãos do máximo possível de pessoas”, garante.

Elton Fernandes adianta que outros “ninhos de livros” devem ser instalados pelo município, inclusive nas localidades do interior. “Começamos com estes dois pontos no Centro, mas a ideia é ter nos próximos meses outras casinhas com livros também nos bairros e comunidades do interior”, reforça.

Deixe seu comentário