Kid Vinil era uma enciclopédia do Rock And Roll mundial. Foto: Internet

Músico, compositor e jornalista, faleceu em São Paulo, nesta sexta-feira (19). Ele estava internado há um mês após passar mal em um show realizado em Minas Gerais. Kid Vinil tinha 62 anos, e seu falecimento foi comunicado pelo amigo e radialista Luiz Thunderbird, via Twitter. A informação foi confirmada pelo site do programa Metrópoles, da TV Cultura.

Antônio Carlos Senefonte nasceu na cidade paulista de Cedral, aos 10 dias de março de 1955. Rockeiro clássico, ficou famoso na cena brasileira dos anos 80 como vocalista da banda Magazine, que emplacou sucesso como “Tic Tic Nervoso”, “A Gata Comeu”, “Sou Boy” e “Glub Glub No Clube”. No início dos anos 1980, havia tocado na banda Verminose, mais voltada para o punk rock e o rockabilly. Também foi um dos maiores incentivadores do início do movimento punk paulista, organizando shows e tocando músicas de bandas de punk rock e pós-punk em seu programa de rádio.

Profundo conhecedor da cultura pop e a respeito de música (algo raro entre os artistas da moda), esteve à frente de inúmeros programas de tevê. Participou em 1987 do Boca Livre na TV Cultura. E foi nesta mesma emissora que, entre 1989 e 1993, apresentou o lendário Som Pop, considerado por muitos o melhor do estilo videoclipes. Na Band, comandou o programa Mocidade Independente. Tornou-se VJ (apresentador) da extinta MTV, participando de programas como Lado B, em que apresentava o som de bandas underground, especialmente do exterior.

Deixe seu comentário