Desembargador Carlos Eduardo Zietlow Duro
Desembargador Carlos Eduardo Zietlow Duro Foto: Mário Salgado

“A defesa do Poder Judiciário será incondicional, visando à manutenção de sua independência e autonomia, assegurando todos os meios para a sua atuação insubstituível, sem que sofra com as ações que visam à sua fragilização ou apequenamento”. Esta foi a síntese do discurso do novo presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS), empossado na tarde desta quinta-feira (1º). Às 15h18min, o Desembargador Carlos Eduardo Zietlow Duro assumiu o cargo máximo do Poder Judiciário gaúcho.

Natural de Montenegro, o magistrado tem 31 anos de carreira e será o 49° a ocupar o cargo. Ao tomar posse, o presidente do TJRS destacou que o foco da sua gestão será a prestação jurisdicional: “Nossos objetivos estão intimamente ligados ao empenho e ação conjunta de todos, nossos qualificados magistrados e servidores, focados na excelência da jurisdição, que é a essência de nosso trabalho, justificativa de nossa prestação de serviço e da existência do Poder Judiciário, solucionando e pacificando conflitos”.

Segundo ele, as ações de massa, de cunho repetitivo, terão atenção especial. Ainda, pretende estimular os métodos alternativos de solução de conflitos, com a ampliação dos Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania (CEJUSC), aperfeiçoamento dos Juizados Especiais, acréscimo das Unidades Remotas de Cumprimento e Apoio (URCAs) e também a informatização.

Deixe seu comentário