Fila iniciou pela manhã e segue na tarde de hoje. Foto: Arquivo Pessoal

Familiares e amigos de detentos da Penitenciária Modulada de Montenegro têm mostrado indignação com a demora para se fazer novas carteiras de visitante. Uma visitante de Canoas, que não quis se identificar, diz que a situação é um desaforo, já que pessoas de idade e mães com bebês de colo também precisam esperar longo tempo para serem atendidos. “Cheguei à meia-noite e não fui atendida ainda”, relatou no final da manhã desta sexta-feira. Segundo ela, a vinda bastante cedo se deu justamente para garantir um bom lugar na fila.

Quem acompanha a espera dos que desejam fazer a carteirinha, o que só acontece nas sextas-feiras, é a responsável pelo transporte de alguns visitantes Marinês Domingues, 40 anos. De acordo com ela, na manhã de hoje haviam cerca de 70 pessoas na fila, porém apenas 25 teriam sido chamadas. Ela acredita que na tarde de hoje o número de visitantes que desejam fazer o documento irá aumentar.

O diretor da Modulada, Loivo Lima Machado, informa que existem três terminais de computador que funcionam junto à Sala de Revista. “Após o procedimento de entrega da documentação são coletadas as impressões digitais do visitante”, explica. De acordo com ele, são necessários cerca de 20 minutos para se realizar um cadastro. Loivo destaca que o atendimento é por ordem de chegada e que três servidores estão operando o sistema. “Foi verificado junto à Sala de Revista e o andamento está em ritmo normal”, garante.

Deixe seu comentário