Campeão nas categorias Força Livre e Veteranos, Metanol fez a festa no campo do Drum

A festa no final do domingo foi do Metanol. Inscritos com equipes nas categorias Força Livre e Veteranos, eles levaram o caneco em ambas e celebraram muito a conquista da 1º Copa Gold Odontologia Especializada Independente, que teve seus jogos disputados no campo do Drum. Na Força Livre, a vitória sobre o Unibol foi de 3 a 2, de virada. Já na Veteranos o triunfo foi de 2 a 1 contra o Ênio Automóveis/Planeta Bola. As finais e a semifinais ocorrem ontem.

Metanol buscou a virada contra o Unibol, na Força Livre

A grande decisão começou com o time que seria campeão levando perigo logo no primeiro minuto de jogo, com Douglas batendo cruzado e Samir mandando a bola para escanteio. No minuto seguinte, Tales recebeu levantamento livre na área, mas cabeceou para fora. Apesar da pressão inicial do Metanol, quem abriu o placar foi o Unibol. Num chute cruzado, Paulinho venceu Fernando para abrir o placar da decisão.

Apesar do jogo bastante pegado, o Unibol e o Metanol tiveram chances de balançar as redes. Porém, a falta de pontaria ou os bloqueios dos adversários impediram que o 1 a 0 saísse do placar até os 16 minutos. Após boa troca de passes, Douglas recebeu na área e tocou de calcanhar para Claito chegar batendo e igualar a partida. Foi com o 1 a 1 no placar que o apito soou para decretar o final da primeira etapa.

Autor de dois gols, Tales Jardel foi destaque do Metanol

O segundo tempos começou frenético. No primeiro lance, Pinho quase marcou de cabeça para o Unibol e Dudu, do Metanol, teve boa chance em cobrança de falta, que foi pra fora, aos dois minutos de jogo. Um minuto depois, em falta para o Unibol, a bola explodiu na barreira, mas sobrou para a equipe que atacava. A bola foi levantada na área e Paulinho recebeu para voltar a colocar seu time em vantagem no placar.

Porém, a vantagem do Unibol não durou muito. Um minuto depois, Tales apareceu no segundo poste para completar de cabeça cruzamento da direita. Depois disso as jogadas ficaram um pouco mais ríspidas e Isaias, do Metanol, acabou expulso por levar o segundo amarelo. O mesmo viria a acontecer com Pinho, do Unibol.

A definição da partida aconteceu aos 12 minutos da etapa complementar, quando a boal parou nos pés de Tales. O camisa 11 do Metabol avançou driblando os adversários e, já dentro da área, concluiu a gol, vencendo Samir, e decretando a virada do Metanol: 3 a 2. O Unibol pressionou e lutou até o fim, mas não conseguiu voltar a furar a zaga adversária.

“Foi um jogo difícil, mas o time aproveitou as oportunidades”, resumiu Tales Jardel Silva Leita após a partida. Ele destacou ainda que a equipe trabalhou desde o começo do campeonato para sair da competição como campeões. Treinador do Unibol, Carlos Alberto Ortiz da Silva, o Bebeto, lamentou que seu time tenha recuado após sair na frente e salientou a qualidade do adversário. “Os dois finalistas mereceram estar em campo e o mérito é deles por serem campeões”, comentou.

Na categoria Força Livre, o terceiro lugar ficou com o Colonos, que bateu o Amigos do Tione por 2 a 0 na disputa de terceiro e quarto lugar. O goleador da categoria foi Elias, do Unibol, com 9 gols, e a defesa menos vazada foi a do Colonos, que sofreu apenas dois gols.

Celebração também com os veteranos

Veteranos do Metanol bateram o Ênio Automóveis/Planeta Bola na final

A missão de levantar o título de campeão da categoria Veteranos também foi complicada para o Metanol, mas ao apito final os gols de Sandro e Sandro Conceição garantiram o título sobre o Ênio Automóveis/Planeta Bola, que marcou com Marcos. Na comemoração, o treinador Vilson Paulo de Souza salientou a emoção de ser campeão logo no primeiro campeonato do qual a equipe participa e também na sua estreia como comandante técnico.

O terceiro lugar da Veteranos ficou com o Amigos do Tione, que bateu o Unibol por 3 a 2 com gols de Júlio, Cleber e Vagner Garcia, que foi o goleador da categoria com 9 gols. Júlio Cpésar e Fabrício descontaram para o Unibol. O Amigos do Tione também foi o time que teve a defesa menos vazada no campeonato, com cinco gols sofridos. Já o troféu geral de disciplina do torneio ficou com o AAPP, que disputou na categoria Veteranos.

Um sonho que se tornou realidade

Vanderlei Freitag

O Metanol é uma equipe que se criou a partir do desejo de Vanderlei Freitag. Quando morava em São Miguel do Oeste, em Santa Catarina, ele jogava pelo Metanol de Maravilha, cidade vizinha. O time era tão bom que ele ficou com vontade de repetir seus feitos e homenagear a equipe. “É um sonho realizado”, garantiu após ver seus dois times serem campeões. Vanderlei salientou ainda que a ideia de criá-los começou como uma brincadeira entra amigos que jogam bola aos sábados. “Acabou dando certo, montamos os times e corremos atrás”, afirmou.

Organizador do torneio, João Marcos da Silva também se mostrou feliz pelo resultado final da competição que teve a participação de 12 equipes na Força Livre e seis na Veteranos. “O balanço é bem positivo”, assegurou e salientou a boa presença de público em todas as rodadas. Segundo ele, a ideia é realizar a segunda edição

Torneio de pênalti mobilizou criançada

Torneio ocorreu entre uma partida e outra

Além dos jogos de futebol sete, a 1º Copa Gold Odontologia Especializada Indepentende também contou com um campeonato de pênaltis que mobilizou a crianças. Cada equipe apontou um participante e no domingo Mateus, que representou o Colonos, sagrou-se campeão do torneio. Stephenie, do Boca Junior, ficou na segunda colocação e Iuri, representante do Metanol, terminou em terceiro lugar.

Deixe seu comentário