Tatiana Heckler auxilia os filhos nas escolhas dos materiais, escolares, estimulando os princípios de educação financeira

Com as férias acabando, chega a hora de comprar a extensa lista de materiais escolares. No comércio de Montenegro, esse período é aguardado com grandes expectativas, principalmente para o setor de material didático, como papelarias e livrarias, que oferecem as mais variadas novidades para os consumidores.

Nas prateleiras das lojas, é possível encontrar de tudo, desde canetas com tinta brilhosa, estojos com estampa de unicórnio, mochilas da aventureira Ladybug, lancheiras dos velozes carrinhos da hot wheels, e até mesmo apontador em formato de coroa. De acordo com a vendedora Angelita Patrícia de Castro, que trabalha nesse nicho de mercado há 18 anos, essa movimentação só perde para o Natal. “Esses dois períodos são os de maiores vendas, dando um bom retorno financeiro para a empresa”, conta a vendedora. “Quanto mais se aproxima a volta às aulas, maior é o fluxo de pessoas fazendo compras”, destaca Patrícia.

Nos corredores das lojas, o clima é de animação, já que a maioria dos pais prefere levar as crianças para ajudar nas escolhas dos materiais, tornando o momento mais agradável e especial. Angelita comenta que todos se divertem, mas os pais sempre buscam por preços acessíveis.

Para a assistente social Tatiana Heckler, levar as crianças não é problema, desde que haja um planejamento financeiro. Mãe de uma menina de 9 e um menino de 4 anos, antes de sair de casa, ela faz um acordo com a filha mais velha. “Temos um teto para gastar e o que passa do orçamento é tirado da mesada semanal dela”, esclarece Tatiana, que, dessa forma, busca ensinar educação financeira à filha. Sobre os preços dos materiais, ela disse estar satisfeita. “Não vi muita alteração nos valores, de modo geral, continuam os menos do ano passado”, constata.

A autônoma Marlene Lopes deixa a neta Rafaela Ávila, 11, à vontade para escolher os materiais, mas a orienta economizar na medida do possível. “Ela já tinha ideia do que queria, então fica mais fácil quando chega a hora de comprar”, afirma. A escolha de Rafaela foi por um caderno com desenhos minimalistas e uma mochila com imagens de emojis.

É preciso pesquisar antes de adquirir
Para economizar na aquisição dos materiais escolares, é preciso ter paciência e pesquisar bastante. É o que fez a vitrinista Rosani Bamberg, que preferiu dividir as compras em duas etapas depois de estudar bem os valores oferecidos no comércio. “Primeiro comprei alguns itens e o que faltou deixei para a segunda etapa. Assim, tenho mais tempo para comparar preços e optar pelo que cabe no orçamento”, destaca Rosani, que levou a filha de 12 anos junto.

O taxista Darli da Cruz, pai de um menino de 8 e de um adolescente de 16 anos, afirma que pesquisar é a palavra-chave para as compras de volta às aulas, já que, segundo ele, os preços não estão acessíveis como imaginava. “É necessário cautela nesse momento, entre acordos e buscas pelos melhores valores oferecidos no mercado”, disse Darli, que elevou o filho para ajudar. “Ele é compreensível em suas escolhas, sabe que tudo deve estar dentro do nosso orçamento e da nossa realidade”, complementa o taxista.

O gerente de loja Matheus Romero comenta que entre preço e qualidade, a maioria dos consumidores prioriza o que é mais barato. “Eles olham, analisam, mas sempre levam o que cabe no bolso”, relata Matheus, que também destaca as formas de pagamento preferidas dos clientes. “Nesse ano, notei que as pessoas estão preferindo o pagamento à vista, e isso se deve às promoções e descontos oferecidos pelo comércio para quem paga dessa maneira”, ressalta.

Novidades nas prateleiras
Os unicórnios chegaram com tudo esse ano. O animal mitológico ganhou o coração da criançada, assim como a super heroína Ladybug e o trio PJ Masks – Heróis de Pijama. Além de mochilas, lancheiras e cadernos com esses temas, também é possível encontrar lápis, borracha e apontadores em diferentes estilos, como o do clássico casal Minnie e Mickey, que nunca saem de moda.

Uma das maiores novidades são os lápis de cor que colorem tanto papéis claros quanto escuros. Os preços dos materiais variam entre as lojas, mas é possível encontrar mochilas com valores entre R$ 29,90 e R$ 300,00, cadernos de R$ 4,99 até 39,00 e estojosque saem por R$29,90 a R$ 79,00.

Deixe seu comentário