Hospital Montenegro, HM, atendimentos eletivos, dívida, UTI, Governo do Estado

O Hospital Montenegro 100% SUS (HM) publicou uma nota, nesta terça-feira (09), solicitando que somente casos agudos e com sinais de gravidade sejam encaminhadas ao setor de urgência e emergência. De acordo com a nota,assinada pelo gerente administrativo Felipe Leser e pelo diretor técnico Fabrício Fonseca, o Hospital está trabalhando com a capacidade muito próxima da máxima.

“Casos com menor gravidade deverão procurar atendimento nem postos de saúde da sua região. Tal regramento visa evitar que o volume de atendimentos e internações exceda a capacidade máxima instalada da instituição”, diz o documento divulgado pelo HM. Isso, segundo o hospital, colocaria em risco o atendimento e poderia levar a medidas restritivas no setor de emergência, bem como nas cirurgias eletivas.

Deixe seu comentário