O dia da amizade foi comemorado pelos Grupos Organizados do Lar (Gol) com um encontro festivo de 21 grupos e mais dois clubes de mães, na localidade da Rua Nova. O evento reuniu cerca de 250 pessoas.

Pela manhã houve palestra com o engenheiro agrônomo da Emater Paulo Conrad sobre autonomia alimentar e alimentos saudáveis. “Hoje o pequeno produtor compra tudo do mercado e nem sempre conhece a procedência. Quem planta no pátio de casa sabe o que está consumindo. Essa é uma prática que se perdeu com o tempo”, aponta o agrônomo.

Uma das atrações da festa foi o troca –troca de sementes crioulas. O extensionista da Emater Everaldo Vinícius da Silva diz que a idéia dos encontros dos Gols é manter as tradições como essa. “Trocar sementes é sinal de amizade. No passado era normal entre os vizinhos no campo e hoje fomentar a formação desses vínculos na comunidade”, explica.

No evento, havia sementes e mudas das mais variadas de frutas, hortaliças, flores, porongos para o artesanato, bucha de banho e até mesmo flores comestíveis. As chamadas plantas alimentícias não convencionais (Pancs) foram uma atração à parte. As mudas de Ora – Pro – Nóbis tiveram boa procura.  Da planta que tem 25% de proteínas, se consomem as folhas, as frutas e a flor. Quem apresentou a novidade no encontro foram as mulheres do grupo da Estrada João XXIII, na localidade do Faxinal. “É macia, O sabor é neutro, nem azedo, nem picante. Pode fazer refogado, em homelete. Ela começa a brotar em duas semanas”, explica a dona de casa, que está no grupo do Faxinal, Leila Kray.

 

Deixe seu comentário