Foto: Grêmio FBPA

Frente a frente com a melhor equipe do mundo, o Grêmio foi valente, marcou muito e não se entregou em momento algum, mas não foi páreo para o estrelado Real Madrid, da Espanha. Na tarde deste sábado, Cristiano Ronaldo resolveu para os espanhóis em uma cobrança de falta, no segundo tempo, e deu o título mundial para o time merengue.

Assim como na campanha do título da Libertadores, Marcelo Grohe e Geromel foram gigantes, os melhores nomes do Grêmio na partida. Do outro lado, um meio-campo dominante, comandado por Modric, e uma defesa intransponível, liderada pelo capitão Sergio Ramos, que ergueu a taça do Mundial de Clubes da FIFA após o apito final do árbitro.

A torcida gremista compareceu em peso em Abu Dhabi e fez uma grande festa, mas o título ficou com o Real Madrid. Apesar disso, o Grêmio termina o ano em alta, como campeão da América e fazendo frente com o melhor elenco do planeta.

Deixe seu comentário