Uma pesquisa recentemente publicada pela Counterpoint revelou que um em cada quatro pessoas passa mais de 7 horas na frente do celular. Enquanto a grande maioria do público costuma usar seus celulares entre 3 e 5 horas por dia, com 29% do público, aqueles que passam das 7 horas de uso vêm logo atrás, com 26%.

Para a grande maioria, navegar na internet é o que mais importa, com 64%, seguido por jogar games, com 62%. Fazer ligações de voz e enviar mensagens seguem na segunda e terceira posição, com 56 e 54%, respectivamente.

Não limitada a isso, a pesquisa também apontou diferenças consideráveis entre o uso desses aparelhos em países em desenvolvimento e países desenvolvidos. Segundo eles, o primeiro caso costuma ter mais horas de utilização diária: enquanto 55% do público da Malásia passa mais de 5 horas diárias no smartphone, o Japão atinge apenas 3 horas, por exemplo.

Ainda nesse assunto, a Counterpoint notou uma tendência nos países em desenvolvimento de trocar de smartphone com uma frequência maior. Usando o Japão como parâmetro novamente, a troca de dispositivos costuma ocorrer a cada 26 meses; já no México, Tailândia e Índia, a tendência é de fazer isso a cada 18, 19 e 20 meses, respectivamente – o que é abaixo da média mundial, com ciclos de 21 meses.

 

Deixe seu comentário