Sob o sol forte, carretas tiveram coberturas improvisadas para o desfile

Evento reuniu 111 carretas de diversas localidades da região, que percorreram quatro quilômetros durante o desfile

Na manhã de sábado, Brochier recebeu um Encontro de Carreteiros. Com organização do Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Rincão do Brochier, o evento reuniu 111 carretas de bois que desfilaram pela vila. Os participantes vieram de diversas localidades para o percurso de cerca de 4 quilômetros de desfile, que foi prestigiado, em peso, pela comunidade. Com sol, o tempo ajudou no sucesso da realização, que também contou com alguns cavalarianos.

Representando o CTG, Flávio Musshopf conduzia a primeira carreta da fila. Ele conta que já participa há 10 anos de encontros como este, em municípios como Tabaí, Maratá e Triunfo. “Eu gosto muito, pelo amor ao animal. E quero que o meu filho também pegue. Isso é uma coisa que vem de raiz”, comenta o agricultor, que se criou no interior de Brochier. O filho, de um ano e nove meses, prestigiava atento o desfile do pai.

Quem também não perde uma carreteada é o brochiense Leandro da Rosa. “Eu participo há bastante tempo já, para tudo o que é lado”, relata. Na companhia de amigos e primos, o agricultor aponta a importância desta tradição. “É uma coisa que os nossos pais ensinaram pra gente. Hoje em dia, tem tanta tecnologia, mas a gente tem que incentivar essa gurizada pra que isso não se perca”, coloca. Desde sexta, ele já estava acampado no Parque Municipal, junto dos outros carreteiros. Todos receberam uma janta por conta da organização.

Na ocasião, ocorreu ainda o VII Encontro Rico Xiru de Ternos de Reis. Batizado em nome de uma personalidade muito querida no município, que faleceu em 2010, o encontro reuniu grupos de Brochier, Montenegro, Triunfo, Novo Hamburgo, Bom Retiro, Taquari, Tabaí e Paverama. Encantando com as músicas, também tradicionais da região, os participantes entraram noite adentro, animando os presentes. No sábado, após a carreteada, a confraternização seguiu com os carreteiros e a comunidade, de todas as idades. Como afirmou o organizador do evento, José Dickel, foi uma verdadeira renovação da tradição trazida pelos antepassados.

Deixe seu comentário