Adrielle é paulistana mas reside em Montenegro há quatro anos. Ela comercializa os produtos naturais e afirma que a prática é antiga e pode ser feita em casa

Agregar cuidado à saúde com beleza, preservando a natureza e minimizando prejuízos ao meio ambiente. Essa tem sido uma das grandes questões da sociedade contemporânea. E dentro dessa proposta sustentável, a paulistana Adrielle Rezende, que reside há quatro anos em Montenegro, desenvolve cosméticos naturais à base de ervas, óleos essências, produtos orgânicos e livres de sintéticos.

O “laboratório” da alquimista fica na cozinha de sua própria casa, localizada próximo à Praça dos Ferroviários. E a ideia de produzir, para uso próprio e comercialização, veio no início de 2017, do retorno de suas férias no Estado natal. Receitas em mãos – que pegou de um grupo de amigas paulistanas – e desodorantes, escaldapés, óleos e manteigas corporais, hidratante labial e pomadas passaram a ser produzidos artesanalmente pela jovem de 29 anos. Não sem muita pesquisa e testagem dos cosméticos em si.

“É a responsabilidade do autocuidado. De saber 100% o que estou colocando no meu corpo, a procedência da matéria-prima”, salienta.

Capim limão, hortelã, hibisco, semente de urucum, alfazema, lavanda, calêndula, manteiga vegetal, de babosa e manga, todos os ingredientes escolhidos são naturais, quase todos 100% orgânicos, sem aditivos químicos.

“E pensando, analisando, vejo que essa prática é antiga, assim como a consciência foi sendo desenvolvida em mim. As gerações antigas de mulheres, que não tinham acesso fácil há muitas coisas, já desenvolviam pomadas e outros produtos naturais para uso da família”, salienta.

Segundo Adrielle, as pessoas estão, sim, desenvolvendo a consciência de cuidado com o corpo e meio ambiente, e procurando mais por esse tipo de cosméticos.

“A gente só descobre o tamanho desse mercado e há quanto tempo ele existe, quando começamos a procurar, pesquisar sobre ele. Porém, muitas vezes esbarro na aquisição das matéria primas, pelo valor elevado. Também por todo o processo que envolve, por exemplo, extrair óleo de uma espécie de planta”, salienta.

Uso e indicações
Os ingredientes utilizados na produção técnica dos cosméticos naturais são sempre pensados em sua funcionalidade. Para o desodorante, o propósito é, de maneira natural, impedir que as bactérias do odor se proliferem.
“O óleo de melaleuca, um dos ingredientes do desodorante, por exemplo, é bactericida, fungicida e antimicrobiano”, comenta Adrielle.

Formada em música pela Universidade Estadual do Rio Grande do Sul, ela ainda informa que, sim, qualquer pessoa pode usar os produtos desde que se sinta à vontade para isso e preste atenção na composição dos cosméticos. “Isso porque há pessoas com sensibilidade a certos óleos. Essas poderão optar por cosméticos que não tenham a matéria em sua composição”, orienta.

E os benefícios vão ainda além dos físicos e manutenção da saúde, defende: os psicológicos, através da aromaterapia, com ervas e essências utilizadas, também são um bônus. “É a questão do autocuidado, autoresponsabilidade sobre o que se coloca no próprio corpo. Além de que nós e o planeta somos um só, e dessa forma estamos contribuindo para sua preservação”, conclui.

Alguns ingredientes utilizados nos cosméticos por Adrielle
Hibisco: possui poder antioxidante que combate os radicais livres, auxiliando no rejuvenescimento da pele. Tem ação anti-inflamatória. Auxilia na diminuição de manchas na pele e no tratamento de estrias e celulites. Tem alto poder de hidratação.
Semente de Urucum: antioxidante, antibacteriano e adstringente. Possui propriedades anti-inflamatórias e cicatrizantes.

Com a marca de cosméticos naturais Benza Deusa, Adrielle Rezende optou pelo autocuidado e responsabilidade sobre o corpo

Óleo essencial de laranja doce: possui efeito soberano sobre os sistemas mentais e emocionais. Conhecido por suas propriedades vitalizantes e redutoras de preocupação, ele traz alegria ao mesmo tempo em que acalma, potencializando o bom humor e suave relaxamento, promovendo equilíbrio entre o corpo e a mente. Quando utilizado para massagem, é um remédio eficaz para má digestão, prisão de ventre, estresse e para limpar o congestionamento do fígado.

Óleo essencial de Petitgrain: promove alívio de dores emocionais, ameniza traumas resultantes de choques profundos. Acalenta o coração angustiado aportando maior aceitação de si mesmo e da realidade. Desfaz as ilusões. Relaxante, calmante, sedativo, antidepressivo. Cicatrizante e regenerador cutâneo, útil para tratamento de limpeza e hidratação da pele.

Alimentos funcionais
Schanacris Gehlen Braga, 30 anos, há dois resolveu abrir um negócio de alimentos funcionais: a Naturallis Fit. Com clientes por toda a cidade e indicação, segundo ela, de cinco nutricionistas, ela acabou investindo em uma área crescente do mercado alimentício: o dos insumos saudáveis.

Ainda mês passado, gigantes do ramo como a Coca-Cola, Danone e Heinz divulgaram seus balanços de 2017, com apontamento de queda financeira em ambas as companhias. Essa notícia impactou, principalmente, ao expor um novo perfil de consumidor mais consciente e saudável.

Com receitas de bolos, pães, pão de queijo, cookies, brownies e pizza, algumas delas autorais, Schana prioriza em todas elas ingredientes sem conservantes.

“Farinha de arroz, que eu mesma môo em casa, de milho, além de sementes em geral e biomassa de banana são à base das minhas receitas. Eu aconselho esse tipo de alimentação às pessoas, principalmente para que tenham qualidade e longevidade de vida”, destaca.

Livre de conservantes, glúten ou lactose, receitas saudáveis de Schanacris Gehlen Braga são opção para quem procura alimentar-se melhor

Com grande procura, ela conta que possui clientes variados e com diferentes objetivos. Alguns querem apenas consumir os insumos funcionais por questões de saúde, outros por intolerância ao glúten ou lactose ou para dar aquela turbinada na dieta. Entre os benefícios listados por Schana, o ganho de energia, redução de colesterol e triglicerídeos, além de auxílio na digestão e sensação de saciedade. “Nas receitas funcionais, não há acréscimo de açúcar refinado, farinha branca nem de muito sal. Elas também auxiliam muito para quem está de dieta e quer ganhar massa magra. E em todas utilizo leite de arroz ou água para as misturas”, pontua.

Schana ainda afirma que no técnico em alimentos, o qual cursa o segundo ano, aprendeu que o óleo saturado e farinha branca são um veneno para a saúde. “Sei que é um processo difícil o de transição alimentar, de fazer escolhas saudáveis. Muitas pessoas estão, sim, mais conscientes em relação à alimentação nutritiva, longe de aditivos e conservantes. Mas também há aquelas que têm preconceito, acham que será ruim, resistentes”, conclui.

Saiba Mais
Alimentos funcionais são alimentos ou ingredientes que oferecem benefícios à saúde, além de suas funções nutricionais básicas. Eles podem, por exemplo, reduzir o risco de doenças crônicas degenerativas, como câncer e diabetes, entre outras. Mas, para que seus benefícios sejam alcançados, é preciso consumi-los de maneira regular, incluindo principalmente vegetais, frutas e cereais integrais na alimentação. Alguns alimentos funcionais são cereais integrais (aveia, centeio, cevada, farelo de trigo), linhaça e outras sementes.

Receita de docinho funcional da Schana
– 2 xícaras de biomassa de banana
– 1 concha de açúcar demerara ou maskavo
-cacau ou côco natural
Modo de fazer: cozinhar por 40 minutos em fogo alto, sempre mexendo, esperar esfriar e, após, enrolar.

Pizza funcional da Schana (vendida na pizzaria Bari)
-Farinha de arroz, farinha de milho, farinha de tapioca, maisena, sementes de sua preferência
Modo de fazer: misturar todos os ingredientes na água. Não vai fermento. Cozinhar e colocar o molho de sua preferência.

 

Deixe seu comentário