Morte precoce. Militar de 20 anos iria encontrar seu padrinho para treinar tiro de laço quando sofreu o acidente fatal

Anderson era cabo do Exército em Nova Santa Rita Foto: reprodução facebook

Na manhã de ontem, o cabo do Exército Anderson Rodrigues, 20 anos, perdeu a vida em um acidente de trânsito na RSC-287. Pilotando uma moto, ele invadiu a pista contrária, próximo ao quilômetro três, nas imediações da Loja Taqi, e colidiu frontalmente com um veículo Fox conduzido por Expedito Pedro dos Santos, que seguia no sentido Montenegro/Lajeado. Anderson morreu na hora. O motorista do carro foi encaminhado ao Hospital Montenegro, com ferimentos. A moto ficou totalmente destruída e o carro, que acabou fora da pista, bastante danificado.
Morador do bairro Aeroclube, o cabo era solteiro, não tinha filhos e servia no quartel em Nova Santa Rita. Amigo e padrinho da vítima fatal, o sargento da Brigada Militar Claudionor Silva diz que o rapaz estava indo ao encontro dele, no Faxinal, para treinar laço. “Ele laçava com meus filhos em treino de laço e estava vindo andar no cavalo dele quando houve o acidente”, explica.
Ao falar do rapaz, emocionado, Claudionor diz que era um menino bom, que não se metia em encrenca, era sempre parceiro e amigo de quem conhecia. “É meu afilhado e era como meu filho, vivia em minha casa e estava se deslocando pra cá, pois gostava de cavalo como nós. Saudades eternas”, afirma Silva.

Os familiares também relatam que Anderson era apaixonado pelo quartel, sempre alegre e educado. O corpo do rapaz foi velado na capela São João Batista de Montenegro no fim da tarde de quarta-feira.

Saída de Pista
Na tarde desta quarta-feira, a Policia Rodoviária Estadual (PRE) auxiliou na remoção de uma Palio Weekend que havia saído da pista na RSC-287, na localidade do Itacolomi. O motorista teria perdido o controle do veículo ao cruzar a ponte entre Montenegro e Triunfo, na noite de terça-feira. Ninguém ficou ferido.

 

Compartilhar

Deixe seu comentário